WEB RÁDIO TROPICAL

WEB RÁDIO TROPICAL
24 HORAS NO AR ( A EMOÇÃO DO VERÃO)

OUÇA EM SEU SMART-FONE

SISTEMA ANDROID: CLICK SISTEMA I-PHONE> CLICK! SISTEMA ITUNES: CLICK SISTEMA BLACKBERRY> CLICK

WEB RADIO TROPICAL

24 HORAS NO AR - SEU VERÃO É MAIS GOSTOSO AQUI!
Carregando ...
COBERTURA TOTAL DO VERÃO 2017 DE SÃO FRANCISCO & REGIÃO! -

terça-feira, 31 de janeiro de 2017

ASSASSINATO NA ZONA RURAL DE SÃO FRANCISCO EM ARUEIRA



 (Foto: Facebook)

Um assassinado aconteceu nesta tarde de terça-feira, 31/01, por volta das 16 horas, na localidade de Aroeira, Zona Rural de São Francisco de Itabapoana. Este jovem se chama Cosme Benevenuto, 19 anos, estava trabalhando na lavoura quando foi assassinado. De acordo com populares teria sido alvejado por três tiros.

A polícia militar da 3ª Cia estão no momento na ocorrência, uma equipe preservando o local onde foi o crime e outra equipe vasculhando informações em tentativa de buscar a localização  do assassino.
Fonte: Show Francisco

Colegas fazem vaquinha para pagar enterro de PM que transmitiu suicídio pelo Facebook O PM transmitiu a própria morte pelo Facebook, na noite de sábado, provocando comoção entre parentes, amigos e internautas


O corpo do soldado Douglas de Jesus Vieira, de 28 anos, será enterrado nesta segunda-feira, às 16h30m, no Cemitério de Irajá, na Zona Norte do Rio. O horário ainda não foi confirmado. O PM transmitiu a própria morte pelo Facebook, na noite de sábado, provocando comoção entre parentes, amigos e internautas. Para que o sepultamento fosse realizado, colegas de farda – que vivem uma das mais graves crises da corporação – disseram ter feito uma vaquinha. Um deles postou um agradecimento após conseguir a quantia necessária:Venho por meio desta agradecer a todos que participaram da campanha para auxílio financeiro da cerimônia fúnebre do Sd De jesus, chegamos com ajuda dos amigos ao valor para cobrir todas as despesas fúnebres (…) Juntos somos fortes”.



Segundo informações de colegas de farda do soldado Jesus, a PM não cobre os custos com o enterro em casos de suicídio. A assessoria de imprensa da corporação informou “o convênio da PM só dá cobertura aos policiais mortos e/ou acidentados em serviço”.

Douglas estava havia seis anos na PM e era lotado no 24º BPM (Queimados). No sábado, ele estava em sua casa, em Brás de Pina, também na Zona Norte do Rio, quando começou a transmissão. Deitado em sua cama, ele interagiu com quem o assistia: “E aí, tranquilidade? Tamo junto! Quero ver quem tem disposição pra ver bagulho ao vivo. Quem não tem estômago, mete o pé. O bagulho vai ficar doido agora”. Em seguida, Douglas aponta a arma para cabeça e dispara.

Falta de pagamento e depressão

Nas redes sociais, PMs associam a morte do soldado à falta de pagamento. Padrinho de casamento do soldado Jesus, Clenilson Cruz acredita que houve outras razões para o soldado cometer suicídio:

– Ele andava muito triste, muito para baixo. Além da falta de pagamento, ele estava se divorciando e trabalhando muito, fazendo segurança privada. Estou muito triste porque ele me chamou para sair ontem e eu não aceitei o convite. Se estivesse com ele, isso não teria acontecido. Infelizmente, só o Douglas mesmo sabia o que teria motivado esta tragédia. Ele era um cara que gostava de curtir a vida. Não consegui até agora entender o que aconteceu – disse.

Douglas estava se divorciando de Rayane Cristina dos Santos, de 25 anos, e era pai de uma menina de 1 ano e 3 meses. A jovem contou que o soldado já havia tentando se matar antes:

– Ele tinha histórico de depressão, mas a gota d’água foi o atraso nos salários. Era muito certinho com as contas. Nos últimos meses, muitas vezes me ligava desesperado. Dizia que estava endividado e não sabia como iria pagar o aluguel – contou.

Repercussão

Em redes sociais, centenas de pessoas comentaram a morte do soldado Jesus.

“Que Deus tenha piedade da alma dele! E conforte os familiares! Muito triste!”.

“Deixaram de pagar ao cara, as contas continuam chegando, a pressão cresce porque ele trabalha pra sobreviver, portanto, se ele não consegue mais sobreviver, ele se mata. Posso botar na conta do Capitalismo? Alguém vai dizer que é exagero?”.

“Triste realidade que nossos heróis vivem nesse país, um governo que não está nem aí para a vida deles e uma população hipócrita que apenas os critica sem saber o que se passa na vida dele”.

Fonte: Extra

Agente penitenciário é condenado no ES após divulgar vídeos íntimos de ex


Do G1 ES
Um agente penitenciário do Sul do Espírito Santo terá que pagar R$ 25 mil de indenização à ex-namorada por ter divulgado fotos e vídeos da intimidade do casal após o fim do relacionamento.

Foi a ex que entrou com processo contra o agente. Segundo relatos dos autos, a divulgação das imagens privadas teria sido motivada por vingança.

Segundo a mulher, o relacionamento dos dois durou cinco anos. No início ela era agente de saúde e ele ocupava cargo comissionado de agente penitenciário. Porém, a mulher passou em concurso público para o cargo de agente e o namorado ficou sob as ordens dela algumas vezes no trabalho.
saiba mais

A relação do casal no emprego e o ciúme excessivo do namorado provocaram o fim do relacionamento, segundo a mulher. Logo depois disso, as fotos e vídeos de intimidades do ex-casal foram divulgados, inclusive para o namorado da filha da mulher.

De acordo com o processo, a ex não conseguiu nem mesmo trabalhar depois do ocorrido, principalmente pelo fato de exercer uma função em que a maioria dos colegas de trabalho é do sexo masculino e ter sofrido muito constrangimento com a exposição sofrida.

Foram anexadas aos autos diversas provas de que o ex-namorado era o autor da divulgação, inclusive algumas postagens feitas por ele em redes sociais, fazendo referência aos fatos.

Em sua decisão, o desembargador Arthur José Neiva de Almeida da 4ª Câmara Cível do TJ-ES, relator do processo, destacou que é impossível deixar de imaginar a dor psicológica e emocional sofrida pela vítima ao saber que sua imagem e intimidade foram expostas e divulgadas na internet pelo ex-namorado.
De acordo com o relator, não é necessário que se apresentem provas para demonstrar a ofensa moral da pessoa, tendo em vista que “o próprio fato já configura dano”, concluiu.

Herdeira do Grupo Águia Branca morre em incêndio em SP


Caique Verli e Natália BourguignonDo G1 ES, com informações do Gazeta Online
Liliane Chieppe (Foto: Mônica Zorzanelli/Arquivo/ZigZag)Liliane Chieppe
(Foto: Mônica Zorzanelli/Arquivo/ZigZag)
Uma das herdeiras do Grupo Águia Branca, Liliane Chieppe, filha do fundador e e ex-presidente da empresa, Vallecio Chieppe, morreu em um incêndio na tarde desta segunda-feira (30), em São Paulo. Ela estava em um apartamento que pegou fogo no bairro Jardim Paulista, na capital. Liliane tinha 54 anos e deixa três filhos.

Segundo o Corpo de Bombeiros, o incêndio ocorreu dentro de um dos quartos do apartamento. Quando a equipe de resgate chegou, ainda havia fogo no local. Os bombeiros, então, entraram para resgatar a vítima.

Liliane teve parada cardiorrespiratória por causa do incêndio. O marido dela teve uma crise nervosa, mas recusou atendimento e preferiu acompanhar a esposa até o hospital.
Liliane foi levada, pelo resgate do Corpo de Bombeiros, para Hospital das Clínicas, onde morreu, segundo a assessoria de imprensa da clínica.

O Grupo Águia Branca divulgou por meio de nota que familiares foram para São Paulo para tomar as providências necessárias. Não foram divulgadas informações sobre velório e enterro.

Grupo Águia Branca
Fundado em 1946, o Grupo Águia Branca é um conglomerado de transportes que reúne dez empresas. Tem sede em Cariacica, no Espírito Santo, e atua em todo o país nos serviços de transporte rodoviário e aéreo de passageiros, comércio de automóveis e veículos comerciais de diversas marcas, além de locação de veículos, e logística.

Carreta carregada de frango congelado é apreendida no ES


Do G1 ES
Uma carreta com carga roubada foi apreendida em Cariacica, na Grande Vitória, nesta segunda-feira (31). O veículo estava carregado de frango congelado, avaliado em R$ 240 mil. O motorista foi preso, mas disse que não sabia que a carga era roubada.
O carregamento saiu de Santa Catarina e seguia para o Rio de Janeiro, mas foi roubada em São Paulo e trazida para o estado capixaba.
Dois motoristas ainda não foram encontrados e, segundo a polícia, eles podem ter sido sequestrados. A abordagem da PRF-ES aconteceu em um posto de gasolina, na BR-101, em Cariacica.

Motorista armado é baleado ao tentar furar blitz de trânsito na Serra

.

Ruhani MaiaDe A Gazeta
Arma apreendida com suspeito na Serra (Foto: Divulgação/ PM )Arma apreendida com suspeito na Serra (Foto: Divulgação/ PM )
Um homem identificado como Leonardo Calmon Izidoro, 27 anos, foi baleado no peito ao jogar o carro contra policiais militares para tentar fugir de uma blitz de trânsito no Bairro de Fátima, na Serra, na noite desta segunda-feira (30).
Por volta das 22h, Leonardo seguia em direção ao município da Serra um Volkswagen Gol, ano 92, pela Avenida Fernando Ferrari, em Vitória, quando se envolveu em uma discussão de trânsito com um soldado da Polícia Militar, que estava de moto.
saiba mais

A discussão começou porque Leonardo alegou que o soldado tinha fechado o carro dele com a moto. Nesse momento, Leonardo sacou um pistola 380 e apontou na direção do PM. Após a ameaça, cada um seguiu para um lado.
No cruzamento da BR 101 com a entrada do Bairro de Fátima, Leonardo se deparou com uma blitz da PM. Ele tentou furar o bloqueio avançando contra os policiais. Os PMs do Batalhão de Trânsito efetuaram três disparos contra o carro, sendo que um deles atingiu o peito de Leonardo.
Carro apreendido com suspeito parado em blitz na Serra (Foto: Divulgação/ PM)Carro apreendido com suspeito parado em blitz na
Serra (Foto: Divulgação/ PM)
Ele perdeu o controle da direção e bateu o carro no guard-rail ao lado da pista. Os policiais acionaram o Samu, que socorreu Leonardo para o Hospital Jayme dos Santos Neves, no mesmo município.
Além da arma apreendida pelos PMs, também foram recolhidas 11 munições que estavam no veículo. Leonardo foi autuado por tentativa de homicídio. Ele já tem passagem na polícia por tráfico de drogas.

Polícia identifica dono de carro que causou incêndio em posto no ES


André FalcãoDa TV Gazeta
A polícia identificou o dono do carro que atingiu a bomba de combustível de um posto, na Praia do Canto, em Vitória, na tarde desta segunda-feira (30). Apesar disso, ainda não sabe dizer quem estava dirigindo, quem estava no carona e onde estão as duas pessoas que fugiram.
Um dos donos do posto informou que o prejuízo causado foi de mais de R$ 100 mil, mas destacou que o local tem seguro. O caso foi registrado na 1ª Delegacia Regional de Vitória e segue sob investigação da Polícia Civil.
saiba mais

As pessoas que estavam no veículo eram criminosos que fugiam de uma blitz policial na Curva da Jurema e acabaram se chocando, de carro, contra a bomba de combustível do, provocando incêndio. O posto atingido foi o Posto Escola, que fica em frente a Praça dos Desejos.
O estabelecimento ainda não está funcionando, porque depende de uma vistoria do Corpo de Bombeiros para ser reaberto. A Defesa Civil esteve no local e garantiu que não há mais riscos.
O carro e a bomba destruída ainda vão passar por uma perícia. Segundo o dono, existe uma trava de segurança, tanto na bomba quanto nos tanques que ficam embaixo das bombas, que evitam a explosão.
Carro pegou fogo após bater em posto em Vitória (Foto: Glacieri Carraretto/Notícia Agora)Carro pegou fogo após bater em posto em Vitória (Foto: Glacieri Carraretto/Notícia Agora)

Criança é agredida, fica em estado gravíssimo e suspeito é o pai


Samira FerreiraDe A Gazeta, em Linhares
Um menino de 1 ano e 10 meses foi socorrido em estado gravíssimo para o Hospital Roberto Silvares, em São Mateus, Norte do Espírito Santo, após ser agredido.
Segundo a Polícia Militar, o suspeito da agressão é o próprio pai da criança, um jovem de 19 anos.
Hospital Estadual Roberto Silvares, em São Mateus (Foto: Divulgação)Hospital Estadual Roberto Silvares, em São Mateus
(Foto: Divulgação/ Sesa-ES)
Os militares foram até o hospital na tarde desta segunda-feira (30), após denúncia. No local foram informados que a criança havia dado entrada com vários traumas decorrentes de agressões.
A PM informou que o laudo médico indicou lesões na área da costela e da boca, e costas arranhadas.
O boletim policial diz que a mãe informou, inicialmente, que o filho havia sofrido uma queda.
Após a criança passar muito mal, o médico de plantão pediu para realizar uma bateria de exames no menino e foi constatado que ele já vinha sofrendo agressões há muito tempo.
Foram encontradas uma costela calcificada e mais algumas lesões internas, como perfurações do pâncreas, baço e líquido nos pulmões.
Depois disso, o médico questionou a mãe da criança. Por saber da gravidade do estado do seu filho, ela disse a verdade: que vem sofrendo ameaças de morte do marido.
Por isso, sentiu-se coagida e teve receio de denunciá-lo e socorrer a criança anteriormente.
A mulher confirmou que a criança já vinha sofrendo agressões há algum tempo. A última teria acontecido no domingo (29), quando o pai levou o filho para o banheiro para dar banho.
Depois disso, o menino começou a ficar com o corpo mole, vomitando e pedindo para dormir. A mãe, então, resolveu encaminhá-lo ao hospital.
A PM disse que a enfermeira chefe disse que o Ministério Público e o Conselho Tutelar estão cientes do caso.
Sobre o estado de saúde da criança, informou que é gravíssimo e ela necessita de transferência para um hospital especializado.
A PM consultou o nome do suspeito e constatou que há um mandado de prisão em aberto contra ele por homicídio. A polícia não informou se ele foi localizado.
A mãe da criança foi encaminhada à 18ª Delegacia Regional de São Mateus.
Na manhã desta terça-feira (31), a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) informou que a criança foi transferida nesta segunda para o Hospital Infantil em Vitória e que o estado de saúde dela continua grave.

ES confirma mais uma morte por febre amarela; agora em Pancas


Do G1 ES
A segunda morte por febre amarela dentro do Espírito Santo foi anunciada pela Secretaria Estadual de Saúde (Sesa), na manhã desta terça-feira (31). O nome e o sexo da vítima não foram informados, mas morava em Pancas. A outra vítima, moradora de Ibatiba, foi anunciada na segunda-feira (30).
Nesta terça-feira, a Sesa informou que recebeu 45 notificações de suspeita de febre amarela. Duas notificações foram descartadas. Do total de 43, 11 casos foram confirmados para febre amarela silvestre, sendo que dois evoluiram para óbito, sete receberam alta hospitalar e dois estão internados em estado estável.
Diretor do IEC participa de coletiva com o secretário da Saúde (Foto: Reprodução/ TV Gazeta)Diretor do IEC participa de coletiva com o secretário da Saúde (Foto: Reprodução/ TV Gazeta)
Os casos confirmados são de cinco moradores de Ibatiba, um de Baixo Guandu, um de Brejatuba, um de Colatina, um Conceição do Castelo, um de Itaguaçu, um de Pancas.
Com isso, há 32 casos em investigação, com quadro indicativo também de leptospirose, febre maculosa, dengue e outras doenças com sintomas semelhantes.
 
O secretário Ricardo Oliveira ressaltou que todos os casos registrados até o momento são de pessoas residentes em áreas rurais e que a transmissão ocorreu em área de mata.
Oliveira lembrou que, além da vacinação, outra forma de evitar que a febre amarela chegue à área urbana é combatendo o mosquito Aedes aegypti, transmissor da doença nas cidades.
Vacina
A Secretaria de Saúde receberá 700 mil doses da vacina contra a febre amarela nesta terça-feira (31), mas o material vai estar disponível para os municípios na quarta-feira (1). As demais 300 mil doses devem chegar até sexta-feira (3). Com isso, totaliza 2 milhões de doses de vacinas enviadas ao estado pelo Ministério da Saúde.
As doses solicitadas serão destinadas a ampliação da vacinação cautelar e para os viajantes dos demais municípios.
A vacinação cautelar foi ampliada para 60 municípios, levando em consideração a proximidade geográfica entre eles e a ligação que eles mantêm a região capixaba que faz divisa com Minas Gerais por meio da faixa contínua de floresta.
Veja a lista das cidades:
Água Doce do Norte,
Alto Rio Novo,
Baixo Guandu,
Barra de São Francisco,
Brejetuba,
Divino de São Lourenço,
Dores do Rio Preto,
Guaçuí,
Ibatiba,
Ibitirama,
Irupi,
Iúna,
Laranja da Terra,
Mantenópolis,
Montanha,
Mucurici,
Pancas,
Afonso Cláudio,
Ecoporanga,
Colatina,
Itaguaçu,
Governador Lindenberg,
Conceição do Castelo,
Venda Nova do Imigrante,
São Roque do Canaã,
São Gabriel da Palha,
Marilândia,
Domingos Martins,
Itarana,
Santa Teresa,
Castelo,
Iconha,
Muniz Freire,
Águia Branca,
São Domingos do Norte,
Santa Leopoldina,
Santa Maria de Jetibá,
Alegre,
Apiacá,
Atílio Vivácqua,
Bom Jesus do Norte,
Cachoeiro de Itapemirim,
Fundão,
Ibiraçu,
Jerônimo Monteiro,
Mimoso do Sul,
Muqui,
Nova Venécia,
Ponto Belo,
Rio Bananal,
Rio Novo do Sul,
São José do Calçado,
Sooretama,
Vila Pavão,
Vila Valério,
Vargem Alta,
Marechal Floriano,
Viana,
Alfredo Chaves e
João Neiva.
Orientação
A orientação da Sesa é que os municípios que estão realizando vacinação cautelar vacinem primeiro quem mora na zona rural e depois as pessoas que residem na área urbana.
Para o restante do estado, a recomendação de vacinação continua a mesma: apenas pessoas que vão viajar para regiões silvestres, rurais ou de mata localizadas em áreas de risco para febre amarela, inclusive nestes municípios do Espírito Santo que estão realizando a vacinação cautelar.
Quem for viajar para áreas rurais, a Sesa orienta que utilize roupas que protejam contra picadas de insetos, como blusas de mangas compridas, calças e sapatos fechados, e que use repelente ou vacine-se com no mínimo 10 dias de antecedência, caso seja a primeira dose.
Medicamentos
A Sesa enviou, no domingo (29), soro e medicamentos para auxiliar o atendimento no Pronto Atendimento (PA) de Ibatiba. Ainda nesta semana, um médico será enviado para Ibatiba para ajudar no atendimento aos pacientes do município. 
Doação de sangue
O Hemocentro do Estado do Espírito Santo (Hemoes) pede o apoio da população para doar sangue. Quem tomou a primeira dose da vacina contra febre amarela ou a dose de reforço – que é aplicada dez anos após a primeira – deve aguardar 30 dias para doar sangue. Veja onde doar.
t