WEB RÁDIO TROPICAL

WEB RÁDIO TROPICAL
24 HORAS NO AR ( A EMOÇÃO DO VERÃO)

OUÇA EM SEU SMART-FONE

SISTEMA ANDROID: CLICK SISTEMA I-PHONE> CLICK! SISTEMA ITUNES: CLICK SISTEMA BLACKBERRY> CLICK

WEB RADIO TROPICAL

24 HORAS NO AR - SEU VERÃO É MAIS GOSTOSO AQUI!
Carregando ...
COBERTURA TOTAL DO VERÃO 2017 DE SÃO FRANCISCO & REGIÃO! -

quinta-feira, 23 de novembro de 2017

Dois morrem após carro sair da pista e cair em rio na BR-040

Carro foi retirado do rio com a ajuda do Corpo de Bombeiros (Foto: PRF| Divulgação)Um homem e uma mulher morreram na manhã desta quarta-feira (22) após o carro em que estavam sair da pista e cair dentro de um rio na altura do km 34, da BR-040, em Areal, no Centro-Sul Fluminense. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o acidente aconteceu às 10h.
Os bombeiros informaram que foram acionados às 10h38 e que três viaturas foram enviadas para o local. Segundo os militares, as vítimas estavam dentro do carro e foi necessário que um dos bombeiros mergulhasse no rio para retirá-las.
De acordo com o Corpo de Bombeiros, os corpos foram levados para o Instituto Médico Legal (IML) de Três Rios.
Os bombeiros informaram ainda que ficaram no local do acidente para ajudar a Concer, concessionária que administra a rodovia, na retirada do veículo de dentro do rio.
Já a PRF afirmou que ficou no local até a chegada do veículo que removeu os corpos, às 14h30.

Polícia faz apreensões de drogas e prisões em fazenda de Rio das Ostras, no RJ

Material foi apreendido pela polícia em fazenda de Rio das Ostras (Foto: Polícia Militar/Divulgação)A Polícia Militar apreendeu quase três mil buchas de maconha e 490 pinos de cocaína nesta segunda-feira (20) em Rio das Ostras, interior do Rio, após denúncias anônimas. Um homem foi preso suspeito de envolvimento com o tráfico de drogas. Horas depois, outros dois suspeitos foram detidos com drogas no mesmo local após novas denúncias.
Segundo a polícia, um jovem foi apreendido e um homem foi detido na madrugada desta terça-feira (21). Eles foram encontrados com uma pistola com numeração raspada, 513 cigarros de maconha, 53 mariolas da mesma droga, 368 pinos de cocaína e 230 embalagens de skank.
Os agentes chegaram ao local após novas denúncias anônimas de que homens ligado ao tráfico de drogas voltaram à região para esconder uma grande quantidade de drogas. Ao chegar lá, os policiais foram recebidos a tiros, mas conseguiram conter os suspeitos. Ninguém ficou ferido, segundo a polícia.
Os flagrantes aconteceram em uma fazenda do bairro Gelson Apicelo. A polícia suspeita que o local era usado para preparar drogas para a venda. Os materiais apreendidos e os suspeitos foram encaminhados para a 128ª Delegacia de Polícia.Horas depois, mais dois suspeitos foram detidos com drogas e arma no mesmo local (Foto: Polícia Militar/Divulgação)

Jovem é detida com drogas dentro da mochila em Rio Bonito, no RJ

Material apreendido com a suspeita foi levado para a delegacia de Rio Bonito (Foto: Polícia Militar/Divulgação)Uma jovem de 19 anos foi detida por suspeita de tráfico de drogas nesta quarta-feira (22) em Rio Bonito (RJ). De acordo com a Polícia Militar, ela estava com 835 pinos de cocaína e três rádios transmissores.
A suspeita foi abordada por agentes na Rua Dom José Pereira Alves, próximo a rodoviária da cidade, após desembarcar de um veículo de transporte de passageiros. Ainda segundo a PM, o material foi apreendido na mochila da jovem, que informou aos agentes que levava a droga de São Gonçalo para Araruama, na Região dos Lagos do Rio.
A jovem e o material apreendido foram levados para a 119ª Delegacia de Polícia.

Confronto entre facções deixa escolas e postos de saúde fechados em Cabo Frio, RJ, segundo a PM

Polícia Militar reforçou o policiamento em bairros de Cabo Frio (Foto: Polícia Militar/Divulgação)Confronto entre traficantes de facções criminosas rivais deixa seis unidades escolares fechadas nesta quinta-feira (23) em Cabo Frio, na Região dos Lagos do Rio, segundo informações da Polícia Militar. Houve troca de tiros e uma pessoa foi baleada nesta quarta-feira (22). O policiamento foi reforçado nos bairros Jardim Peró e Reserva do Peró, segundo o comandante do 25º Batalhão de Polícia Militar (BPM), tenente coronel André Henrique.
Os moradores também estão sem ônibus e sem atendimento nos postos de saúde dos bairros Reserva do Peró e Tangará. A empresa de transporte público que atende as comunidades informou que suspendeu o serviço por conta da falta de segurança, sem previsão de retorno. De acordo com a Prefeitura, o problema altera a rotina de 1.802 alunos.
A Secretaria de Educação informou que as escolas municipais Neusa Agualusa da Costa, no Tangará; e Professor Carlos Alberto Gomes de Carvalho, na Colinas do Peró, tiveram as aulas suspensas nesta quinta-feira.
Já a Creche Municipal Professora Elenice Martins, na Reserva do Peró; as escolas municipais Professor Lair Dias Gago Perereira e José Bonifácio Ferreira Novellino, ambas no Jardim Peró; e Professora Leomari Garcia Barreto, no Tangará, funcionaram apenas pela manhã.
No confronto desta quarta-feira, dois jovens foram detidos e a polícia apreendeu munições e uma caixa de fogos.

Motorista de caminhão morre ao bater em ponto de ônibus na RJ-106, em São Pedro da Aldeia

Caminhão bateu em ponto de ônibus às margens da RJ-106 (Foto: Filipe Carbone/G1)Um homem morreu e outras duas pessoas ficaram feridas em um acidente na tarde desta quinta-feira (23) na RJ-106, a Rodovia Amaral Peixoto, na altura de São Pedro da Aldeia, na Região dos Lagos do Rio.
Segundo o Corpo de Bombeiros, o caminhão que o homem estava dirigindo bateu na estrutura de um ponto de ônibus às margens da rodovia. Ainda de acordo com a corporação, os feridos foram encaminhados ao pronto-socorro da cidade.
As causas do acidente serão investigadas na 125ª Delegacia Legal de São Pedro da Aldeia.Motorista morreu no local e outras duas pessoas ficaram feridas (Foto: Filipe Carbone/G1)

Robinho é condenado a nove anos de prisão por violência sexual


23/11/2017, 16h11, Foto: Divulgação
Justiça de Milão decidiu que Robinho deve cumprir nove anos de prisão por ‘violência sexual em grupo’. O caso teria acontecido em 2013, quando o atacante, atualmente no Atlético-MG, jogava pelo Milan. As informações são do diário Leggo.
O abuso teria acontecido sobre uma jovem albanesa, na época com 22 anos, em uma discoteca.
O jogador, que atuou pela seleção brasileira na Copa de 2010, foi acusado do crime com outras cinco pessoas.
Fonte: Esporte ao Minuto 

Pastores evangélicos são alvos de investigação da PF por golpes em fiéis


23/11/2017, 14h43, Foto: Divulgação da PF
A Polícia Federal identificou a atuação de pastores evangélicos para beneficiar uma organização criminosa investigada por golpes milionários que atingiram pelo menos 25 mil pessoas em todo o país. A Operação Ouro de Ofir foi deflagrada nesta quarta-feira (22), contra um grupo que prometia lucros estratosféricos às vítimas em negócios fictícios envolvendo ouro “do tempo do Império” e antigas “letras do Tesouro Nacional”.
Sidiney dos Anjos Peró, alvo de prisão temporária, é apontado com um dos líderes e responsável por arregimentar pastores com o fim de ludibriar e tirar dinheiro dos fiéis. “A característica principal da fraude está em atingir a fé das pessoas e na sua crença em um enriquecimento rápido e legítimo, levando-as a crer, inclusive, que tal mecanismo seria um ‘presente de Deus aos fiéis’, ou seja, trazendo a fé religiosa para o centro da fraude”, afirma o delegado Guilherme Guimarães Farias, em relatório.
Segundo o inquérito, diversas narrativas foram inventadas pela suposta organização criminosa para ludibriar as vítimas. No entanto, apenas os crimes cometidos por intermédio de duas histórias são alvo da ação.
Uma delas se refere a uma família de Campo Grande (MS) detentora dos lucros sobre a venda de centenas de toneladas de ouro do tempo do Brasil Imperial (1822-1889), mas, para repatriar os valores obtidos com os lucros, alega ter um acordo com uma “Corte Internacional”, que coloca uma condição: 40% do montante que receberiam os herdeiros no Brasil teriam de ser doados a terceiros.
Em outro golpe, as vítimas davam valores em troca de uma comissão sobre a “recuperação de antigas letras do Tesouro Nacional”. O esquema era o mesmo: em troca de quantias de, no mínimo, R$ 1 mil, eram prometidos às vítimas grandes lucros. Em ambos os casos, as pessoas nunca receberam o que foi prometido. Há quem já tenha dado mais de R$ 20 mil ao grupo.
De acordo com a PF, abaixo dos mentores dos esquemas, estão “corretores”, que ficam a cargo de cooptar vítimas e inseri-las em grupos nas redes sociais, e escriturários, que fraudavam documentos.
Um dos golpes tem como mentor Sidiney dos Anjos Peró, conhecido pelas vítimas como “‘Dr. Peró”. Ele se diz juiz, mas apenas possui uma carteira de identificação de juiz arbitral do Tribunal de Justiça Arbitral Brasileiro. “É um cargo que não existe. Um árbitro existe em Câmaras de negociação, não é um cargo público. O que eles queriam era status”, afirma o delegado que conduz as investigações.
Guilherme Farias afirma, em representação à Justiça, que “além dos símbolos usados por Peró, que remetem à fé cristã, como a Estrela de Davi e a Arca da Aliança”, o suspeito “arregimenta pastores evangélicos, possivelmente como corretores, para vender ‘aportes’ de sua operação a fiéis das respectivas igrejas evangélicas onde referidos pastores agem também de forma criminosa, seja vendendo ‘aportes’ ou mesmo divulgando e estimulando uma operação ilegal”. “Vários pastores são citados nos grupos, dos mais diversos estados brasileiros”, relata.
A PF ainda afirma que “Sidinei dos Anjos Peró está sendo alvo de uma investigação na Policia Civil de Primavera do Leste/MT, juntamente com Gleison França do Rosário, que tudo indica, teria sido seu ‘corretor’ na região citada, fato este ocorrido dentro de uma igreja evangélica, inclusive com a participação do pastor responsável pela instituição religiosa’.
O nome da operação faz referência a uma passagem bíblica, na qual o ouro da cidade de Ofir era finíssimo, puro e raro, sendo o mais precioso metal da época. Ofir nunca foi localizada e nem o metal precioso dela oriundo.
A defesa de Sidiney dos Anjos Peró não foi localizada pela reportagem. O espaço está aberto para manifestação.

Menor suspeito de tentativa de homicídio é detido em Ponta da Lama


23/11/2017, 16h42, Foto: Campos 24 Horas
Um menor de iniciais L.L.S., de 17 anos, acusado de uma tentativa de homicídio foi detido na tarde desta quinta-feira (23) em um bar às margens da BR-101, na altura do km 80, em Ponta da Lama, Campos.
A polícia informou que contra o menor havia um mandado de busca e apreensão em aberto por uma tentativa de homicídio no dia 19/11/2017, na localidade de Ipiranga, na entrada de Dores de Macabu.
L. foi detido e encaminhado para 134ª DP/Centro. A ação contou com a participação dos policiais militares do DPO de Ururai: sargentos Rahph e Linhares.

MP e polícia combatem furto de petróleo em dutos da Petrobras


O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado do Ministério Público do Rio de Janeiro (Gaeco/MPRJ) e a Delegacia de Defesa dos Serviços Delegados, da Polícia Civil, desencadearam hoje (22) a operação Conexão Clandestina.
A meta é desbaratar uma quadrilha que vinha furtando óleo em dutos da Petrobras. A ação visa o cumprimento de 14 mandados de prisão contra acusados de furtar petróleo da Petrobras Transporte (Transpetro), o braço logístico para a área de transportes da estatal.
A operação também objetiva o cumprimento de mandados de busca e apreensão em endereços ligados aos denunciados, em diversos locais do estado do Rio, Santo André (SP) e Luziânia (GO).
A ação conta ainda com o apoio dos Grupos de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado dos Ministérios Públicos do Estado de São Paulo e do Núcleo Regional do Entorno do Distrito Federal. Participam agentes da 3ª Delegacia de Polícia Judiciária Militar.
As informações em poder de agentes que participam da operação assinalam que a organização é liderada pelo empresário Gilberto Rivarola Corrêa, que tinha como um de seus principais colaboradores o policial militar Francisco Dodaro, conhecido como Doda.
Nota fiscal fria 
As investigações levantaram que o grupo procurava localizar os pontos de passagem dos dutos da subsidiária da Petrobras, identificava os locais mais acessíveis e, a partir daí, integrantes da quadrilha instalavam válvulas para desviar os derivados para os caminhões da quadrilha, que depois seguiam para refinarias clandestinas estrategicamente instaladas para dar prosseguimento à ação criminosa.
Segundo informações do Ministério Público, as investigações começaram a partir da apreensão de um caminhão carregado com petróleo cru, que atolou no município de Magé, no Estado do Rio.
No veículo, foi encontrada uma nota fiscal fria emitida em nome de uma empresa, que depois se constatou pertencer ao empresário Rivarola Corrêa. Os integrantes do grupo estão sendo denunciados pelos crimes de formação de quadrilha, furto qualificado, receptação e falsidade ideológica.

S10 roubada em São Paulo é recuperada no Centro de Campos


23/11/2017, 09h44, Foto: Campos 24 Horas
Uma caminhonete S10 roubada em São Paulo foi recuperada em Campos na noite desta quarta-feira (22). A abordagem ao motorista do veículo foi realizada na Avenida José Alves de Azevedo  (Beira Valão), no Centro da cidade.
De acordo com a polícia, durante a ação foi constatado que a S10 havia sido roubada em São Paulo e que os números do chassi estavam desalinhados. O motorista relatou que havia comprado o carro há seis meses em uma agência, na qual consta como proprietário do veículo, assim como foi apresentada a documentação e também constatado no sistema.
O caso foi registrado na 134ª DP/Centro.

Assalto: bandidos atiram, fazem família refém e roubam joias e perfumes importados


Uma família foi feita amarrada e amordaçada durante um assalto a uma residência na noite desta quarta-feira (22), em Itaperuna.
Uma das vítimas contou que chegava a sua casa em seu veículo VW Amarok e que percebeu um HB20, de cor prata, sendo rendido por três homens armados. O homem, de 49 anos, foi obrigado a deitar-se no chão, tendo os criminosos efetuado três tiros na calçada da residência. Em seguida, agrediram ainda a mulher, de 37 anos e um idoso de 77 anos com socos e coronhadas. As vítimas forma levadas para dentro da residência, amarradas e amordaçadas. Os bandidos roubaram um relógio, uma aliança, uma pulseira de outro avaliada em R$ 10 mil, perfumes importados de várias marcas além de uma quantia de R$ 250 em dinheiro e em seguida fugiram.
Até a publicação desta reportagem nenhum suspeito havia sido identificado ou localizado.
O caso foi registrado na 143ª DP da cidade.

PM apreende pistola, munições e drogas enterradas


23/11/2017, 08h44, Foto: Divulgação

Policiais militares apreenderam drogas, arma e outros materiais ilícitos por volta das 18h desta quarta-feira (22) em uma casa na Rua Cinco na Comunidade do Sapo II, no Novo Eldorado, em Campos. Ninguém foi preso.
Durante patrulhamento, informações davam conta de que uma residência estaria sendo usada para guardar material entorpecente e armas de uma determinada facção criminosa. Os militares procederam ao local e após revista, foi encontrada uma pistola calibre 380 com dois carregadores e 29 munições perto do portão, além de 85 sacolés de cocaína, 63 buchas de maconha e uma balança de precisão, que estavam enterrados.
No local nenhum suspeito foi encontrado. O material foi encaminhado para a 146ª DP/Guarus, onde o caso foi registrado.

Defesa entra com pedido de habeas corpus para Rosinha Garotinho

 Filipe Lemos/Campos 24 Horas
A defesa da ex-governadora Rosinha Garotinho entrou na Justiça com pedido de habeas corpus, na manhã desta quinta-feira(23). Ela e o marido, Anthony Garotinho, foram presos pela Polícia Federal(Aqui). Segundo a assessoria de imprensa do casal, o advogado Carlos Azeredo também deve pedir o habeas corpus do ex-governador ainda nesta quinta.
Nesta quarta-feira (22), Garotinho foi levado para exames de corpo de delito no Instituto Médico Legal (IML), no Centro. Ele chegou a ser levado para o Corpo de Bombeiros do Humaitá, onde permaneceria preso.
Em seguida, a Vara de Execuções Penais enviou ofício ao secretário de Administração Penitenciária, coronel Erir Ribeiro da Costa, determinando a transferência do ex-governador para a Cadeia Pública José Frederico Marques, em Benfica, onde ficam os presos com curso superior.
Já Rosinha Matheus estava no presídio feminino Nilza da Silva Santos, em Campos, e foi transferida à noite para uma ala feminina da cadeia de Benfica. Com informações de O Dia.

MP-RJ detalha investigação que levou à prisão do casal Garotinho e mais seis


22/11/2017, 07h46, Foto: Filipe Lemos / Campos 24 Horas
(Atualização às 16h40) – O Ministério Público Eleitoral (MPE) divulgou, na tarde desta quarta-feira (22), os motivos que levaram a pedir a prisão do casal Anthony Garotinho e Rosinha Garotinho, ambos ex-governadores do estado do Rio, além de mais seis suspeitos de vários crimes. De acordo com o órgão, foi conseguida a prisão preventiva dos envolvidos por meio da Promotoria Eleitoral junto à 98ª Zona Eleitoral de Campos.
NOTA DO MPE – “Além do pedido de prisão, eles foram denunciados por associação em organização criminosa, destinada à arrecadação não declarada e por meio de extorsão de vultosas doações para campanhas eleitorais junto a empresários da cidade. Os fatos ocorreram entre 1º de janeiro de 2009 e 31 de dezembro de 2016, período em que Rosinha esteve à frente da Prefeitura de Campos, no Norte Fluminense.
Na denúncia, a promotoria eleitoral afirma que Anthony Garotinho exercia o cargo de comando da organização. Seria de sua responsabilidade determinar as funções de cada integrante do grupo, desde quem faria a abordagem dos empresários-colaboradores, passando por quem recolheria os valores e qual destino deveria ser dado aos recursos arrecadados. Segundo o documento, Garotinho tinha o poder de subjugar as empresas abordadas e seus sócios, de modo que a não contribuição para campanhas eleitorais poderia acarretar prejuízos a legítimos direitos das empresas, em especial em relação ao recebimento de valores devidos pelo município. A denúncia lista os nomes de outros seis envolvidos no esquema, que também tiveram suas prisões preventivas decretadas na decisão proferida no dia 17 de novembro.
Os acusados são Antônio Carlos Rodrigues (presidente do Partido da República/PR, legenda de Rosinha e Garotinho), Fabiano Alonso (genro de Antônio Carlos, e mentor do esquema de fraude para dissimular as doações de campanha por meio da empresa Ocean Link), Ney Flores (sócio da empresa Macro Engenharia, com quem a Prefeitura de Campos possuía diversos contratos, e um dos principais arrecadadores do esquema), Antonio Carlos ‘Toninho’ (sócio da Ribeiro Azevedo Construções LTDA e considerado o ‘braço armado’ da organização, era quem fazia a cobrança de valores), Suledil Bernardino (ex-secretário nas pastas de Controle, de Governo e de Fazenda em Campos) e Thiago Godoy (subsecretário de Governo de Garotinho, nos anos de 2015 e 2016, além de coordenador financeiro das campanhas de 2014 e 2016).
Além da prisão preventiva de todos os denunciados, a Justiça Eleitoral determinou o sequestro dos bens móveis e imóveis, bem como o bloqueio de dinheiro existente em nome dos réus e das empresas Macro Engenharia e Ribeiro Azevedo Construções LTDA, além da busca e apreensão de telefones celulares, computadores, mídias, pen drives ou documentos dos condenados, que possam ajudar a elucidar os crimes descritos na denúncia. Por fim, foi determinado o imediato afastamento de Garotinho e Antônio Carlos Rodrigues dos cargos de presidente estadual (RJ) e nacional do PR, respectivamente”.
Garotinho se defende
O ex-governador Anthony Garotinho atribui a operação a mais um capítulo da perseguição que vem sofrendo desde que denunciou o esquema do governo Cabral na Assembleia Legislativa e as irregularidades praticadas pelo desembargador Luiz Zveiter.

PF deflagra operação Caixa D’Água

A Polícia Federal deflagrou uma operação denominada Caixa D’Água na manhã desta quarta-feira (22), em Campos, para cumprir mandados de busca e apreensão e prisão, a partir do depoimento de um executivo da JBS, que teria revelado pagamentos ilícitos (veja abaixo). A ex-prefeita Rosinha Garotinho, o ex-governador Anthony Garotinho, o ex-secretário Suledil Bernardino, um ex-assessor do Garotinho e um empresário do ramo de construção civil e policial civil aposentado, identificado como Toninho, são alguns dos alvos de oito mandados expedidos pelo juiz Glaucenir Silva de Oliveira, da 98ª Zona Eleitoral de Campos. No pedido de prisão preventiva, o Ministério Público argumenta que há envolvidos, em Campos, que tentam intimidar testemunhas e obstruir as investigações.
A PF apura fraudes em licitação e falsidade na prestação das contas eleitorais. O ex-governador Anthony Garotinho foi localizado por agentes da PF no apartamento onde mora, no bairro do Flamengo, no Rio. Já a ex-governadora estava na casa de Campos, no bairro da Lapa, e seu apresentou por volta das 9 horas.
De acordo com a Agência Brasil, a Polícia Federal (PF) informou que eles são acusados da prática dos crimes de corrupção, concussão, participação em organização criminosa e falsidade na prestação das contas eleitorais. A ação, desencadeada hoje (22) pela PF, teve o objetivo de cumprir nove mandados de prisão e dez de busca e apreensão.
Ainda segundo a Agência Brasil, a Polícia Federal e o Ministério Público Estadual identificaram elementos que comprovam que uma grande empresa do ramo de processamento de carnes firmou contrato fraudulento com outra empresa, sediada no município de Macaé, para a prestação de serviços na área de informática.
As primeiras informações é de que Anthony Garotinho será levado para o Presídio de Benfica, no Rio de Janeiro e Rosinha para o presídio Feminino Nilza da Silva Santos, em Campos.
DEPOIMENTO QUE ORIGINOU OPERAÇÃO
O executivo da JBS, Ricardo Saud, em depoimento à Polícia Federal no dia 24 de agosto, fez revelações sobre repasses para campanhas de Garotinho e Rosinha. Uma das citações é sobre o valor de R$ 2,6 milhões, via caixa dois.
Uma coletiva deve ser concedida ainda nesta quarta-feira(22) sobre a operação.
A defesa dos ex-governadores informa que só se emitirá nota quando tiver acesso aos documentos que embasaram os mandados de prisão.
EX-MINISTRO DOS TRANSPORTES E PRESIDENTE NACIONAL DO PR TAMBÉM FOI PRESO
A PF cumpre ainda mandato de prisão temporária contra o senador Antonio Carlos Rodrigues por suspeitas de corrupção e fraude envolvendo prestação de contas eleitorais. Rodrigues também é presidente nacional do PR. O mandato cumprido pela PF foi expedido pela Justiça Eleitoral de Campos. O presidente do PR ainda não foi localizado pela polícia.
Da Redação com Agência Brasil

Após operação, camelódromos interditam trânsito no Centro


Um grupo de camelódromos realiza uma manifestação na tarde desta quinta-feira (23) no Centro de Campos. Eles interditaram o cruzamento da Tenente Coronel Cardoso (antiga Formosa) com Avenida José Alves de Azevedo (Beira-Valão).
Segundo informações dos manifestantes, o protesto teve início após uma operação realizada pela Polícia Civil na manhã desta quinta-feira (23), no Shopping Popular Michel Haddad.
Eles pedem a presença de autoridades no local, já que estão naquele ponto há cerca de quatro anos. O trânsito está completamente interditado na via, sentido Centro e sentido Avenida 28 de Março. Durante a ação, a polícia apreendeu diversos celulares e eletrônicos, capas, brinquedos e óculos.
“Queremos de volta o nosso local de trabalho. Olhem por nós”, desabafou o dono de uma banca.
Mais de 50% das bancas do camelódromo estão fechadas. Ao todo, 10 camelódromos foram conduzidos à 134ª DP/Centro com os materiais apreendidos, sendo seis no camelô e quatro em pontos distintos da cidade. A ação contou com a participação de 10 policiais civis do Rio.
Após mais de uma hora de manifestação, o trânsito foi liberado por volta das 14h35.

Homens armados invadem comércio e praticam assalto


23/11/2017, 08h26, Foto: Campos 24 Horas
Mais um estabelecimento foi alvo de assaltantes armados na noite desta quarta-feira (22), em Campos. O fato ocorreu por volta das 22h50, e o comércio fica situado na Rua Virgulina de Paula, no Parque Tarcísio Miranda.
De acordo com a polícia, as vítimas, sendo dois homens e uma mulher, informaram que dois homens chegaram em um HB20, de cor preta, desembarcaram do veículo e anunciaram o assalto, levando três celulares, uma aliança,um anel e uma quantia de R$ 150.
As vítimas preferiram fazer o registro do roubo posteriormente.

Carga das Lojas Americanas é roubada por 5 homens armados


23/11/2017, 09h24, Foto: Divulgação
Um motorista foi rendido por cinco homens armados por volta das 06h quarta-feira (22) na entrada de Rio Dourado, sentido Rio das Ostras. Toda a carga que seria entregue nas Lojas Americanas foi roubada, porém a Polícia Militar conseguiu recuperar o veículo em Campos.
De acordo com a polícia, o caminhão, Mercedes Benz, de cor branca, foi encontrado na Travessa Areal anastácia, ao lado da Uenf, já sem a carga. A vítima informou aos militares que foi rendido por cinco homens armados, que estavam em veículo branco. ele chegou ser mantido refém durante o assalto e depois liberado. Ele informou ainda que toda a carga seria levada para uma unidade das Lojas Americanas.

Morte de empresária: Vídeo mostra briga que terminou em homicídio; assista


Última atualização 23/11/2017 09h27) Publicado em 21/11/2017, 15h31, Fotoreprodução: Campos 24 Horas

VÍDEO ACIMA MOSTRA QUE A VÍTIMA ENTRA NO CARRO E DIRIGE, MESMO APÓS TER LEVADO UM GOLPE DE ESTILETE QUE ATINGIU SEU CORAÇÃOAtualização em 23/11 às 10h42 – O delegado da 123ª DP de Macaé, Filipi Poeys, informou na noite desta quarta-feira (22), que Islay Cristina Pereira de Souza, de 39 anos, acusada de ter matado Raquel Melo, de 39 anos, durante uma briga de trânsito, utilizou um estilete no crime.”Exatos sete milímetros da ponta do objeto atingiram o coração de Raquel”, afirmou o delegado.
Anteriormente, a informação era de que Raquel havia sido morta a facadas, porém a arma do crime, medindo cerca de quatro centímetros, foi apresentada à imprensa na sede da Polícia Civil em Macaé.
Acusada de matar empresária se apresenta e é transferida para presídio de Campos
Atualizado – 22/11/2017 – 13h58 – A suspeita de ter matado a empresária Raquel Melo, de 39 anos, durante briga de trânsito no último sábado (18), em Macaé, se apresentou à Polícia Civil na noite desta terça-feira (22). Por meio de e-mail, a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) confirmou que a suspeita identificada como Islay  Cristina Pereira de Souza, já se encontra no Presídio Feminino Nilza da Silva Santos, em Campos.
O delegado da 123ª DP/Macaé, Filipi Poeys, falou na tarde desta quarta ao CAMPOS 24 HORAS. Ele já havia preparado pedido de prisão preventiva da suspeita Islay.
Nesta quarta-feira (22), às 18h, Filipi Poeys concede entrevista coletiva à imprensa para detalhar o caso que marcou o município pelas condições consideradas das mais banais. Na oportunidade ele vai apresentar resultados sobre a investigação policial.
A suspeita de ter cometido o crime é natural de Fortaleza, no Ceará. E em sua cidade e, também, no Rio de Janeiro, ela já teria respondido a outros processos criminais. O de Fortaleza, por exemplo, estaria em trâmite na 4ª Vara do Tribunal do Júri, que julga crimes contra a vida. A ação seria por lesão corporal contra a vida de outra mulher. Já na justiça do Rio, ela assinou um terno circunstanciado, após responder processo por Exercício Arbitrário das Próprias Razões (justiça com as próprias mãos). O caso também ocorreu em Macaé.
O CRIME
Uma discussão de trânsito terminou em tragédia em Macaé na manhã deste sábado (18). Raquel Melo Mota, de 39 anos, levou três facadas, chegou a ser socorrida, mas não resistiu e morreu. Um dos golpes atingiu o tórax e perfurou o pulmão da vítima. A autora do crime foi uma mulher, e o crime ocorreu em frente a um condomínio, em Barra de Macaé.
Raquel era empresária, casada e deixou uma filha de 13 anos. O sepultamento será às 11h deste domingo em Rio das Ostras.
MARIDO POSTA MENSAGEM
A família recebeu muitas mensagens através das redes sociais. “Você sempre estava disposta a ajudar quem quer que seja. Aprendi muito com você, ter alto controle, ser paciente, cuidadoso e tudo mais…Você vai me fazer tanta falta, torço para que você continue cuidando de mim de onde estiver”, postou o marido de Raquel, Vanderson Fernandes.
Amigos também lamentaram o ocorrido. “A saudade já me sangra a alma. Minha amiga de anos companheira de alegrias, choros e tudo….Era na sua casa que eu achava refúgio para tudo. Era no seu ombro que por muitas vezes deitei…Era no seu sorriso que por muitas vezes fiquei feliz…”, dizia um dos depoimentos.