WEB RÁDIO TROPICAL

WEB RÁDIO TROPICAL
24 HORAS NO AR ( A EMOÇÃO DO VERÃO)

OUÇA EM SEU SMART-FONE

SISTEMA ANDROID: CLICK SISTEMA I-PHONE> CLICK! SISTEMA ITUNES: CLICK SISTEMA BLACKBERRY> CLICK

WEB RADIO TROPICAL

24 HORAS NO AR - SEU VERÃO É MAIS GOSTOSO AQUI!
Carregando ...
COBERTURA TOTAL DO VERÃO 2017 DE SÃO FRANCISCO & REGIÃO! -

sexta-feira, 29 de abril de 2016

Advogado é detido suspeito de tentar subornar policial no ES


Do G1 ES, com informações de A Gazeta
Um advogado mineiro, que veio acompanhar uma audiência no Espírito Santo, foi detido suspeito de tentar subornar um investigador de polícia, na noite desta quinta-feira (28). O detido foi encaminhado para o Departamento de Polícia Judiciária (DPJ) de Cariacica.
O investigador, um policial civil de 63 anos, contou que a tentativa de suborno aconteceu na tarde desta quinta-feira, quando acontecia a primeira audiência de um réu que respondia por tráfico de drogas.
Ele contou ainda que estava em um corredor do fórum quando teria sido procurado por um dos advogados do réu.
"Sem que ninguém pudesse escutar, ele me falou que o irmão do réu queria me dar um agrado para que pudesse aliviar a situação do acusado durante meu depoimento para não prejudicá-lo. Eu não dei voz de prisão naquele momento porque sei que ele defende um criminoso perigoso, que faz parte de uma gangue”, explicou.
O policial afirmou que após ouvir a proposta, respondeu que o advogado estava enganado ao seu respeito. O advogado teria pedido desculpas, saindo de perto do policial.

“Entramos na audiência e, no fim do meu depoimento, o juiz perguntou se eu tinha algo mais a dizer. Contei sobre a tentativa de suborno. O juiz deu voz de prisão ao advogado, que disse que eu entendi mal e fomos encaminhados à delegacia”, lembrou.

Representantes da comissão de Direitos e Prerrogativas da OAB foram à delegacia e afirmaram que o advogado acusado estava acompanhado de outro profissional, que nega a tentativa de suborno. A comissão disse ainda que a atitude do juiz foi “equivocada” e que o policial é que deveria dar voz de prisão.
Ainda não há informações se o advogado continua detido ou se foi liberado.
Policial Civil recebeu tentativa de suborno de um advogado, em Cariacica, no Espírito Santo (Foto: Ricardo Vervloet/ A Gazeta)Policial Civil recebeu tentativa de suborno de um advogado, em Cariacica (Foto: Ricardo Vervloet/ A Gazeta)

Bebê morre no parto e família acusa hospital de negligência médica no ES


Alessandro BachetiDa TV Gazeta
A família de uma mulher de 30 anos, que estava grávida de 9 meses, acusa o Hospital Filantrópico São José, em Colatina, no Noroeste do Espírito Santo, de negligência médica. Parentes relataram que os médicos forçaram um parto normal e o bebê acabou morrendo durante o parto na madrugada desta sexta-feira (29). O comitê de investigação do hospital vai analisar o caso.
Segundo a família, a grávida Priscila Lima estava com nove meses de gravidez e sentia dores do parto quando procurou um hospital da cidade.
“Ela foi para Santa Casa, chegando lá, como estava com risco de vida, mandaram ela vir para o hospital São José. Chegando aqui, mandaram ela ir embora novamente, e a pressão dela estava sempre subindo. À noite, ela retornou ao hospital, onde foi internada. Todas as vezes que trocavam os plantonistas, as médicas falavam que não estava ma hora da criança nascer”, explicou a tia da grávida, Sandra Laporte.
Laudo do hospital aponta asfixia ao nascer no espírito santo  (Foto: Reprodução/TV Gazeta)Laudo do hospital aponta asfixia ao nascer
(Foto: Reprodução/TV Gazeta)
Os familiares alegam que pediram para que fosse feita uma cirurgia para retirar o bebê, mas a equipe se negou.
“Tudo indicava que ela não tinha passagem, estava tomando todos os medicamentos para ter um parto normal. Infelizmente, nesta madrugada, teve uma plantonista que falou que minha sobrinha tinha que fazer o parto normal de qualquer forma, porque era norma do hospital ter a criança por parto normal, que não poderia, nem pagando, fazer uma cesária”, disse a tia.
A família disse que o bebê morreu durante o parto e no laudo do hospital uma das causas é asfixia ao nascer. Para os parentes de Priscila, houve erro do hospital.
“Com certeza foi negligência médica, porque pelo laudo da Santa Casa deveriam ter feito cesária nessa menina, não deveriam ter feito isso com ela não”, disse a Sandra Laporte.
Bebê morre no parto e família acusa hospital Hospital Maternidade São José de negligência médica no Espírito Santo  (Foto: Reprodução/TV Gazeta)Bebê morre e família acusa hospital São José de
negligência médica (Foto: Reprodução/TV Gazeta)
Hospital
O Hospital Maternidade São José informou que durante todo o período da internação a paciente recebeu assistência da equipe multidisciplinar especializada e o recém-nascido foi prontamente assistido por equipe da neonatologia.
Disse ainda que implementou todos os esforços na tentativa de salvar a vida do bebê.
O hospital disse que tem um comitê de investigação e prevenção da mortalidade materna e neonatal que investiga todos as ocorrências deste tipo e que esse comitê vai avaliar o caso e depois fazer um relatório.

Empresário é preso com 27 documentos falsos em Vila Velha


Gabriela RibetiDa TV Gazeta
O homem tinha 27 documentos falsos (Foto: Reprodução/ TV Gazeta)O homem tinha 27 documentos falsos (Foto: Reprodução/ TV Gazeta)
Um empresário foi preso com 27 documentos falsos na tarde de quinta-feira (29), dentro de casa, em Coqueiral de Itaparica, bairro de Vila Velha, no Espírito Santo.
Valter Freire Muniz Neto tinha quatro nomes diferentes e usava eles para abrir empresas.
Com ele, foram encontradas carteira de identidade, de motorista, de trabalho, CPFs e títulos de eleitor. Ele foi preso depois que a Polícia Civil identificou a presença de quatro identidades com a mesma impressão digital.
Valter foi preso porque a polícia civil identificou a presença de quatro identidades com a mesma impressão digital, a partir dai uma investigação foi aberta. Ele disse que foi ideia foi de um amigo, porque o nome dele estava sujo.
“Não é falsificar, esse é um documento que foi feito, eu abri uma empresa, passei a ter uma documentação, eu pago tudo dentro do banco, faço todas as movimentações, e passei a ter uma linha de credito”, disse Valter.
Com os documentos falsos Valter abriu quatro empresas de distribuição de ferro, comprou oito veículos, abriu contas no banco e teve acesso a talões de cheque e cartões de crédito.
“Só em um banco, o capital de giro dele é de 250 mil, ele tem cheques especiais em todos os bancos e CNH em todos os nomes, e todas elas atualizadas recentemente”, disse o delegado Danilo Bahiense.
O empresário disse que apesar dos documentos falsos, tem tudo legalizado. “Tudo que eu tenho no banco são pagos, os impostos federais são pagos, fundo de garantia dos funcionários, não tenho divida com nada, eu tudo pago”, justificou.
Walter vai responder por falsidade ideológica e uso de documentos falsos.
Falsificações
De acordo com o delegado Bahiense, as falsificações demoram a ser detectadas porque, apesar da polícia ter o registro de todas as impressões, a polícia não tem o programa que possibilita a comparação entre elas.
“São coletadas impressões digitais, mas existe um programa que não temos ainda, que consegue confrontar todas essas digitais no momento que elas estão sendo colhidas e nos não temos esse programa”, explicou.

Tiroteio perto de rodoviária deixa vítima em Santa Teresa, ES


Raquel LopesDe A Gazeta
Um tiroteio na Rodoviária de Santa Teresa, na região Serrana do Espírito Santo, matou uma pessoa e deixou pelo menos uma segunda vítima, atingida por um tiro de raspão, na tarde desta sexta-feira (29).
A Polícia Militar ainda não sabe o que motivou o tiroteio e a ocorrência ainda está em andamento. Uma equipe do Grupo de Apoio Operacional (GAO) também está no local.
Cena após tiroteio perto da rodoviária (Foto: VC no ESTV)Cena após tiroteio perto da rodoviária (Foto: VC no ESTV)

Acidente deixa 3 mortos, entre eles um bebê, na BR-259 em João Neiva


Do G1 ES
Acidente na BR-259, em Cavalinhos, João Neiva (Foto: Luis Almeida/ VC no ESTV)Acidente na BR-259, em Cavalinhos, João Neiva (Foto: Luis Almeida/ VC no ESTV)
Um acidente grave deixou três mortos, entre eles uma bebê de 1 ano, na BR-259, no distrito de Cavalinho, em João Neiva, região Serrana do Espírito Santo, segundo o Corpo de Bombeiros. Todas as vítimas estavam em um fiat Uno, que foi atingido de frente por um caminhão.

O acidente aconteceu por volta das 17h, desta sexta-feira (29), e a pista, na altura do km 8, ficou completamente interditada, segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF).
O engenheiro Luís Almeida, de 36 anos, passava no local do acidente e registrou fotos. Ele disse que um caminhão foi fazer uma ultrapassagem e bateu de frente em um fiat Uno, que seguia no sentido oposto.
O caminhão estava no sentido Vitória e o Uno, no sentido Colatina.
Acidente na BR-259, em Cavalinhos, João Neiva (Foto: Luis Almeida/ VC no ESTV)Acidente na BR-259, em Cavalinhos, João Neiva (Foto: Luis Almeida/ VC no ESTV)

Acidente com morto e 2 feridos gera lentidão no trânsito da RJ-116


Do G1 Região Serrana
Carros bateram de frente e uma pessoa morreu no Km 114 da RJ-116 (Foto: Rota 116)Carros bateram de frente e uma pessoa morreu no Km 114 da RJ-116 (Foto: Rota 116)
Uma pessoa morreu e duas ficaram feridas por causa de um acidente na tarde desta sexta-feira (29) no Km 114 da RJ-116. O acidente ocorreu na altura de Monnerat, 2º distrito de Duas Barras. De acordo com testemunhas, dois carros colidiram de frente. O trânsito ficou lento no local do acidente.
Feridos foram encaminhados para o Hospital de Bom Jardim (Foto: Rota 116)Feridos foram encaminhados para o Hospital de
Bom Jardim (Foto: Rota 116)

Adolescente morto ao sair de escola é velado em igreja de Cabo Frio, RJ


Do G1 Região dos Lagos
Está sendo velado desde a tarde desta quinta-feira (28) o corpo do estudante Luís André da Costa, de 16 anos, que foi morto a tiros na noite desta quarta-feira (27) em Cabo Frio, na Região dos Lagos do Rio. O velório acontece em uma igreja evangélica do bairro Aquárius, no 2º distrito da cidade, onde amigos e parentes do adolescente se reúnem.
De acordo com a Polícia Militar, Luís foi morto quando voltava para casa da Escola Municipal Edith Castro, ainda segundo a polícia, ele teria sido confundido com um traficante por um grupo de uma facção rival.
Luis estudava em uma escola que fica a pouco mais de cem metros do local do crime. A diretora da escola disse que o rapaz fazia o supletivo a noite, para trabalhar durante o dia. Nesta quinta, o turno da manhã funcionou normalmente mas as aulas da tarde e da noite foram suspensas e serão retomadas nesta sexta.