WEB RÁDIO TROPICAL

WEB RÁDIO TROPICAL
24 HORAS NO AR ( A EMOÇÃO DO VERÃO)

OUÇA EM SEU SMART-FONE

SISTEMA ANDROID: CLICK SISTEMA I-PHONE> CLICK! SISTEMA ITUNES: CLICK SISTEMA BLACKBERRY> CLICK

WEB RADIO TROPICAL

24 HORAS NO AR - SEU VERÃO É MAIS GOSTOSO AQUI!
Carregando ...
COBERTURA TOTAL DO VERÃO 2017 DE SÃO FRANCISCO & REGIÃO! -

segunda-feira, 31 de agosto de 2015

Vídeo mostra homem baleado em confusão em morro do Borel, no Rio


Policiais da UPP de favela na Tijuca trocaram tiros com suspeitos.
Vítima atingida na mão jogava bola no campo na localidade da Grota.

Do G1 Rio
Um vídeo flagrou uma confusão no Morro do Borel, na Tijuca, na Zona Norte do Rio, depois que um morador foi baleado. Policiais da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) trocaram tiros com traficantes na manhã de domingo (30) e homem, que jogava futebol num campo da região, foi baleado na mão. O vídeo foi enviado para o Whatsapp/ Viber do Bom Dia Rio.
De acordo com a Coordenadoria da Polícia Pacificadora (CPP), policiais abordaram um suspeito na localidade da Grota, que fugiu. Houve perseguição e troca de tiros com suspeitos armados. José Célio Mendes, de 52 anos, conhecido como Coquinho, foi atingido por uma bala perdida durante o confronto.
A vítima foi encaminhada inicialmente para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Tijuca e depois transferido para o Hospital do Andaraí, na Zona Norte. De acordo com a direção da unidade, no domingo (30), a vítima passou por uma cirurgia na mão esquerda. O quadro clínico de José é estável  e ele não corre risco de morrer.
Moradores do Morro do Borel contaram que a vítima é um motorista de van escolar, conhecido na comunidade. Todo domingo, Coquinho se reúne com amigos para jogar bola no campo da Grota.
De acordo com informações da 19ª DP (Tijuca), foi instaurado inquérito para apurar as circunstâncias em que o homem foi baleado. A polícia aguarda a liberação de José Célio do hospital para que ele possa prestar depoimento.

Imagens mostram roubos a carros e tiroteio em Santa Teresa, no Rio


Tiroteio entre PMs e criminosos deixa uma pessoa morta no Morro do Fallet.
Câmeras de segurança mostra ação de assaltantes no bairro.

Do G1 Rio
Um tiroteio no Morro do Fallet, em Santa Teresa, na região Central do Rio, deixou uma pessoa morta neste domingo (30). A troca de tiros aconteceu durante um confronto entre criminosos e policiais militares e atingiu e matou o morador Bruno Cura da Silva, como informou o Bom Dia Rio. Segundo a Polícia Civil, a Coordenadoria de Recursos Especiais (Core) não esteve na comunidade neste domingo (30), mas confirmou que houve uma operação da Polícia Militar na região.
O caso está sendo investigado e os policiais estão aguardando o depoimento de testemunhas para ajudar a esclarecer o caso. Imagens enviadas por whatsapp mostram o tiroteio deste domingo. A PM informou que faz ronda 24 horas e que o comando ressalta a importância das vítimas fazerem o registro de ocorrência para ajudar a polícia a esclarecer casos como esse.
Imagens mostram assalto na região
Imagens registradas por duas câmeras de segurança mostram que primeiro um carro estaciona na rua e dois homens armados descem. Eles abordam as pessoas que estão em um carro cinza. Logo em seguida, os assaltantes param um carro que ia fazer uma curva. Enquanto um dos criminosos ameaça o motorista, o outro corre em direção às primeiras vítimas. Eles roubam pertences da segunda vítima, corre em direção ao carro que usaram para fazer os assaltos e fogem.

Caixas 24h deixam de ser abastecidos por causa de roubos em regiões do RJ


Comerciantes do Subúrbio e Baixada pedem retirada dos caixas.
Empresas não abastecem alguns por estarem localizados em 'área de risco'.

Do G1 Rio
Consumidores de áreas do Subúrbio do Rio e Baixada Fluminense sofrem com caixas eletrônicos que não estão sendo reabastecidos há, pelo menos, dois meses. Segundo moradores e comerciantes das regiões, o motivo é a violência.

Alguns letreiros ainda indicam o funcionamento dos caixas, mas, em um mercadinho na Pavuna, por exemplo, as atendentes cansaram de ouvir reclamações e passaram a colocar alguns recadinhos bem-humorados nas máquinas.
“É como se fosse a máquina se comunicando com as pessoas. ‘Estou desligada, estou morta, ops, esqueci, estou sem dinheiro’. É para as pessoas começarem a ler e pararem de perguntar pra gente”, disse a balconista Marlúcia de Oliveira.
Um outro caixa eletrônico, instalado há seis anos, também não está mais recebendo dinheiro. Segundo o dono do estabelecimento – que preferiu não se identificar -, as pessoas faziam fila para sacar, mas de uns tempos pra cá, o serviço parou.
“Nós entramos em contato com a empresa e falaram que aqui era uma área de risco e não estavam mais colocando dinheiro nos caixas. A gente já pediu para retirar a máquina”, disse o dono do estabelecimento.
Em São João de Meriti, um caixa eletrônico que fica em um posto de gasolina foi embalado para deixar visível aos clientes que está fora de funcionamento. Os frentistas que trabalham no local disseram que a máquina está assim há tres meses e eles tão só esperando a retirada dela.
“Não querem mais ficar com dinheiro aí não por causa de assalto. Estão roubando muitos caixas e, para não dar problema no posto, estão tirando”, disse Roberto Velloso.
Em Belford Roxo, um caixa eletrônico também foi coberto, mas contra a vontade do proprietário. “É diretamente com o banco. O banco não vem, não faz a retirada e fica do jeito que está aí. Não colocam dinheiro de jeito nenhum. O povo vem, pede pra fazer o saque, a gente tem que indicar um outro caixa eletrônico que também não funciona aqui no bairro”, disse o subgerente do posto, Thiago Cunha.
Roubos frequentes
Há quatro meses, as ocorrências de tentativas e os roubos espalhafatosos com retroescavadeiras durante a madrugada preocupam os comerciantes. Em maio, por exemplo, criminosos levaram dois caixas de uma farmácia em São João de Meriti. No dia seguinte, um grupo armado com fuzis arrombou uma videolocadora na Pavuna e arrancou o caixa eletrônico.
Em Madureira, foram dois casos no mesmo dia no mês de junho. A parede de um mercado em foi destruída, mas o caixa roubado acabou ficando no meio da rua.
Um outro grupo foi surpreendido pela polícia quando tentava levar a máquina de uma padaria em Vicente de Carvalho. Em julho, quatro homens renderam um padeiro, explodiram com uma granada um caixa eletrônico em Campo Grande e fugiram levando o dinheiro. No mesmo domingo, houve outra tentativa de roubo com dinamite em uma padaria em Duque de Caxias, mas o compartimento do dinheiro não abriu e os ladrões fugiram.
Assim que os roubos começaram a ser noticiados, em junho, a Tecban foi questionada sobre o reabastecimento dos caixas 24h na Pavuna e em São João de Meriti, por conta da onda de assaltos na região. A empresa, no entanto, negou e disse que era apenas um problema de "indisponibilidade operacional temporária" em algumas máquinas dessa região.

Após os caixas em outras cidades da Baixada Fluminense também nãoterem sido reabastecidos ou sendo recolhidos, a empresa não se manifestou quando foi questionada novamente sobre o fato as regiões estarem sendo consideradas áreas de risco.

Preocupados com a falta de reposição de dinheiro na máquina há mais de dois meses, vários donos de estabelecimentos ligaram para a empresa dos caixas para saber o motivo do não reabastecimento. A empresa afirmou que as regiões da Baixada Fluminense e Pavuna são consideradas áreas de risco e a empresa estava evitando de repor o dinheiro da máquina nessas regiões, por medo de roubos.

DH-Rio investiga se miliciano foragido era alvo de ataque a bar em Paciência


Thiago de Souza Aguiar, irmão de Toni Angelo, teria conseguido fugir. 
Polícia procura imagens para identificar assassinos.

Do G1 Rio
 A Divisão de Homicídios  da Polícia Civil já sabe que a chacina ocorrida em Paciência, no subúrbio do Rio, tinha como alvo o irmão do miliciano Toni Angelo de Souza. Como informou o RJTV desta segunda-feira (31), a polícia investiga se Thiago de Souza Aguiar estava no bar e conseguiu fugir.
Duas pessoas morreram e seis ficaram feridas, e a polícia busca por testemunhas e imagens que ajudem a identificar os assassinos. Os mortos foram identificados como Antônio Carlos da Silva Eduardo e Célio Paula da Silva. Nenhum deles tinha antecedentes criminais.

Um vídeo, feito poucos minutos depois do crime , mostra a chegada da polícia e o socorro aos feridos. Apesar de Thiago e um amigo terem sido atingidos pelos disparos, segundo a polícia, eles conseguiram fugir.
Segundo fontes da polícia, Thiago é casado com uma policial militar que trabalha no batalhão de Campo Grande.
O tiroteio pode ter sido causado por uma disputa entre dois grupos rivais de milicianos. De acordo com as investigações, mesmo da cadeia, Toni Angelo de Souza Aguiar e Ricardo Teixeira da Cruz, o Batman, ainda estariam controlando os negócios das quadrilhas.
Eles são acusados de homicídios, de explorar o transporte ilegal de passageiros e também por obrigar moradores a pagar em troca de uma suposta segurança oferecida pelo grupo, que age na região de Campo Grande.

Débora Falabella é ameaçada em bastidor de peça de teatro no Rio


Polícia Civil está investigando o caso que aconteceu na sexta-feira (28).
Fãs fizeram questão de prestar solidariedade nas redes sociais.

Do G1 Rio
Atriz Débora Falabella em entrevista ao G1 (Foto: Isabella Calzolari/G1)Atriz Débora Falabella em entrevista ao G1
(Foto: Isabella Calzolari/G1)
A atriz Débora Falabella teria sido ameaçada por uma fã nos bastidores de uma sessão da peça “Mantenha fora do alcance do bebê”, em cartaz no Sesc Copacabana. O caso foi registrado na 12ªDP (Copacabana) pela artista e pela equipe do espetáculo logo após a sessão terminar.
De acordo com a Polícia Civil, um inquérito investigativo foi instaurado para apurar o caso. Débora já prestou depoimento e a autora da ameaça foi identificada. A mulher – que teria tentado invadir o camarim da atriz – será chamada para prestar depoimento. A polícia não informou qual a motivação da ameaça.
Nas redes sociais da atriz, fãs fizeram questão de manifestar solidariedade e recomendar que Débora tenha cuidado.
O G1 entrou em contato com o empresário da atriz, que afirmou não poder fornecer mais detalhes sobre o caso antes de conversar com ela.
Fãs desejaram que a atriz fique bem após as ameaçadas que teria sofrido. (Foto: Reprodução/ Instagram)Fãs desejaram que a atriz fique bem após as ameaçadas que teria sofrido. (Foto: Reprodução/ Instagram)
Fãs prestaram solidariedade à atriz nas redes sociais. (Foto: Reprodução/ Instagram)Fãs prestaram solidariedade à atriz nas redes sociais. (Foto: Reprodução/ Instagram)

Carro pega fogo e interdita trânsito na Via Dutra, em Resende, RJ


Acidente aconteceu no km 301, na pista sentido Rio de Janeiro.
Chamas começaram na parte de baixo do veículo; motorista não se feriu.

Do G1 Sul do Rio e Costa Verde
Veículo pega fogo na Dutra, em Resende (Foto: Divulgação/PRF)Veículo pega fogo na Dutra, em Resende (Foto: Divulgação/PRF)
Um carro pegou fogo na tarde desta segunda-feira (31), na Via Dutra, em Resende, no Sul do Rio de Janeiro. Segundo a NovaDutra, concessionária que administra a rodovia, o acidente aconteceu no km 301, na pista sentido Rio, no bairro Fazenda da Barra.
De acordo com a equipe do RJTV, as chamas começaram na parte de baixo do veículo e o motorista foi alertado por quem passava pela rodovia. Ele parou o carro no acostamento e saiu do veículo a tempo de não se ferir.
Às 17h40, era registrado 3km de congestionamento no trecho. De acordo com a NovaDutra, a pista estava totalmente interditada para que o incêndio fosse controlado.
Carro pega fogo na Via Dutra (Foto: Priscila Tanganelli/TV Rio Sul)Carro pega fogo na Via Dutra (Foto: Priscila Tanganelli/TV Rio Sul)