WEB RÁDIO TROPICAL

WEB RÁDIO TROPICAL
24 HORAS NO AR ( A EMOÇÃO DO VERÃO)

OUÇA EM SEU SMART-FONE

SISTEMA ANDROID: CLICK SISTEMA I-PHONE> CLICK! SISTEMA ITUNES: CLICK SISTEMA BLACKBERRY> CLICK

WEB RADIO TROPICAL

24 HORAS NO AR - SEU VERÃO É MAIS GOSTOSO AQUI!
Carregando ...
COBERTURA TOTAL DO VERÃO 2017 DE SÃO FRANCISCO & REGIÃO! -

segunda-feira, 29 de setembro de 2014

Foragido é preso após tentar esfaquear mulher


PM e 146ª DP nova
Um homem foragido da justiça foi preso na noite deste domingo (28) no Parque Prazeres, em Guarus, Campos.
De acordo 
com
 a polícia, a guarnição foi acionada após informações de que uma mulher estaria sendo ameaçada 
com
 uma faca pelo seu companheiro, na Rua Djalma Lima. O homem identificado como J.A., de 26 anos, teria furtado uma bicicleta nas proximidades e guardado em sua casa, e por não aceitar, ele tentou esfaquear a mulher. O vizinhos agrediram e tentaram conter o homem, mas conseguiu fugir. Após buscas, o suspeito foi localizado e levado para a delegacia, onde foi constatado que ele seria um foragido do sistema prisional, havendo ainda dois mandados de prisão em aberto.

O caso foi registrado na 146ª DP/Guarus. Participaram da ação policiais militares do setor Kilo, soldados Viveiros e Victer.

Horário de verão começa dia 19 de outubro


20140214110843_img_1336_foto_1
Do dia 18 para o dia 19 de outubro começa o período chamado de horário de verão, em que moradores de Estados das regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste têm de adiantar os seus relógios em uma hora. As datas do período, que normalmente dura quatro meses, são definidas pelo governo. Assim, o final do horário de verão ocorrerá de 15 para 16 de fevereiro de 2015. Tanto o começo quanto o término ocorre de sábado para o domingo.
Com
 objetivo 
com
 economizar energia e gerar resultados econômicos, o Brasil adotou a prática – Daylight Saving Time (DST) – idealizada por Benjamin Franklin, nos Estados Unidos, em 1784. A intenção de Franklin era aproveitar a luz natural durante os dias mais longos do ano, mas o governo americano não gostou da idéia e o primeiro país a adotar oficialmente o DST foi a Alemanha, durante a Primeira Guerra Mundial.

No Brasil, o horário de verão foi instituído pela primeira vez no verão de 1931/1932. Depois de 18 anos sem sua instituição, foi novamente adotada em 1985, por conta da queda do nível de água nos reservatórios das hidrelétricas. Após esse período, o horário de verão passou a ocorrer em todos os anos. A medida promove economia do consumo de energia – de 4% a 5% – por meio do melhor aproveitamento da luz natural do dia. Assim, a prática reduz a demanda em períodos considerados como horários de ponta – das 18 às 21h.
Os Estados que adotam a medida são: no Centro-Oeste; Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Distrito Federal. No Sudeste; Minas Gerais, Espírito Santo, São Paulo e Rio de Janeiro. E no Sul; Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Tocantins e Bahia, que aderiram ao horário nos anos anteriores, ficarão fora da mudança.

Confirmada greve dos bancários nesta terça(30)


bancários 2909passeata bancários 3Os bancários rejeitaram, mais uma vez, a proposta feita pelos bancos para os reajustes salariais, segundo a comunicação da Contraf-Cut, confederação que representa 134 sindicatos bancários do país. A rodada de negociação ocorreu no último sábado. 
Com
 a negativa, está confirmada, para esta terça-feira (30), uma greve da categoria.

De acordo com a Contraf-Cut,, a proposta apresentada pelas instituições financeiras foi de um aumento de 7,35% –mais do que oferecido na quinta (25), 7%.
Baseado na inflação medida pelo INPC, a proposta contempla um aumento real (acima da inflação) de 0,94%. A categoria pede reajuste real de 5,8%.
Outra proposta que foi revisada foi a do reajuste oferecido para o piso salarial da categoria, que subiu de 7,5% para 8%.
No Brasil, há cerca de 500 mil bancários. A greve deverá acontecer a menos de uma semana do primeiro turno da eleição presidencial. No ano passado, a greve durou 23 dias. Se isso se repetir, chegará próximo ao segundo turno da eleição, marcado para o dia 26 de outubro. A maior greve foi em 2004, quando a categoria parou por 30 dias.
Nesta segunda-feira (29), será feita uma assembleia para organizar a greve.
As principais reivindicações dos bancários

Ato de repúdio no IFF contra morte de estudante



crime 2609 bonecoO Instituto Federal FluminenseIFF) realizará um Ato Público Favor de uma Cultura de Paz e pela Vida, na próxima sexta-feira, 03 de outubro, às 17h. A concentração será na Concha Acústica, no pátio do campus Campos Centro, em Campos dos Goytacazes-RJ.
Nesta segunda-feira, 29, o Instituto divulgou um manifesto intitulado “Queremos nossas juventudes vivas”, em repúdio à morte do aluno Deison da Hora. O estudante foi assassinado na última sexta-feira, 26 de setembro, em uma tentativa de assalto, na Av. 28 de março, ao lado do ginásio de esportes do campus.
“Perplexidade, tristeza, choque, comoção e lágrimas marcaram, em gritante dor, a sexta-feira, 26 de setembro, no IFFluminense…Não podemos aceitar que a violência, esta faminta máquina de ‘moer’ vidas se aproxime de nosso esperançoso exercício de convivência. Não queremos aceitar que Deison Walace Peres da Hora  teve seus sonhos e expectativas silenciados, aos 18 anos, por quatro criminosos disparos… EXIGIMOS, em alta e uníssona voz de todos os servidores do IFFluminense, EXIGIMOS: QUEREMOS NOSSAS JUVENTUDES VIVAS!”, diz o manifesto.
O Instituto publicou a Portaria nº 454 de 26 de setembro de 2014 decretando luto oficial de três dias.crime 2609 5







PM usa rede social para ironizar morte de rapaz no Alemão, Rio


Corpo de Marcos Vinícius será sepultado nesta segunda-feira.
Outro rapaz foi baleado nesta madrugada na comunidade.

Do G1 Rio
A morte do adolescente Marcos Vinícius Heleno, de 17 anos, no Conjunto de Favelas do Alemão, na Zona Norte do Rio, durante um confronto entre PMs e criminosos no sábado (27), foi comemorada por um policial militar. Enquanto várias pessoas lamentavam o ocorrido em uma rede social, o oficial escreveu: “Acorda diabo, carne fresca chegou. Kkkkkkkk”, postou Jeferson Baquer.
Em nota, a assessoria das Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs) confirmou que Jeferson é policial militar, mas não revelou o local de trabalho dele. Ainda segundo o setor de Comunicação, a conduta do PM foi relatada ao comando das UPPs. O corpo de Marcos Vinícius foi liberado no domingo (28) para a família e o enterro está marcado para o meio-dia desta segunda-feira (29) no cemitério de Inhaúma, no Subúrbio.
Na madrugada desta segunda-feira (29), outro jovem foi baleado na perna no interior da comunidade. Segundo a mãe do adolescente de 16 anos, ele estava em uma lan house na comunidade, quando começou o tiroteio. O menino foi socorrido e levado para o Hospital Municipal Souza Aguiar, como mostrou o Bom Dia Rio.
Após a morte de Marcos, PMs e moradores da comunidade Vila Brasília se envolveram num tumulto no final da tarde de sábado. O tumulto aconteceu porque moradores queriam levar o jovem baleado para o hospital em um carro particular, mas os policiais militares que estavam no local intervieram e mandaram esperar a chegada de uma ambulância. Devido a isso os moradores protestaram e os PMs reagiram 
com
 bombas de efeito moral.

A Polícia Civil instaurou um inquérito para apurar a morte do adolescente. Segundo a assessoria da corporação, às 17h20, os policiais militares envolvidos no tiroteio que causou a morte de Marcos estavam sendo ouvidos na 22° DP (Penha), onde o caso foi registrado.
As armas dos PMs e uma pistola 9mm, que segundo a UPP foi encontrada perto do local do confronto que matou o jovem, foram encaminhadas à perícia.

A morte do jovem aconteceu na localidade conhecida como Praça do Terço. Segundo a assessoria de imprensa das UPPs, pouco antes do encontro do corpo, agentes da unidade local e suspeitos de pertencerem ao tráfico de drogas da região trocaram tiros no local. Ainda segundo a polícia, a vítima estava perto do grupo de suspeitos. Ainda segundo a polícia, às 16h22, o corpo passava por perícia para tentar detectar se havia ou não vestígios de pólvora na mão do adolescente – indício de que ele teria atirado. 
De acordo com o jornal 'Voz da Comunidade', o tiroteio da tarde deste sábado foi intenso, e o funcionamento do teleférico chegou a ser interrompido.

Tem alguma notícia para compartilhar? Envie para o VC no G1.

Mais dois PMs são presos suspeitos de envolvimento em corrupção no Rio


Outros 24 policiais militares já haviam sido presos 15 dias antes.
Grupo é acusado de extorquir empresas e pessoas na Zona Oeste do Rio.

Do G1 Rio
Mais dois policiais militares foram presos suspeitos de envolvimento em um suposto esquema de corrupção dentro da Polícia Militar do Rio de Janeiro. De acordo 
com
 a Secretaria de Estado de Segurança, o capitão Diego Soares Peixoto, atualmente lotado no 3º BPM (Méier), e o sargento Romildo Rodrigues Silva, atualmente lotado no Comando de Operações Especiais (COE), foram presos nesta segunda-feira (29). As duas prisões são resultado do desdobramento da Operação Amigos S.A., que culminou na prisão de 24 PMs e trouxe à tona um esquema de cobrança de propina envolvendo a alta cúpula da corporação.

Segundo a Secretaria, o capitão Diego e o sargento Romildo integraram o 14º DP (Bangu), unidade que, segundo as investigações, servia de sede para o grupo de policiais que estabeleceram um esquema de extorsão financeira a moradores e comerciantes da região. Os dois PMs presos foram acusados que receber pagamento de mototaxistas, empresas (em especial transportadoras de pessoas e cargas), instituições financeiras e ambulantes no bairro de Bangu e adjacências, na Zona Oeste.

O esquema criminoso tem sido esclarecido com apoio de um dos 24 PMs presos durante a operação. Segundo a Subsecretaria de Inteligência da Secretaria de Segurança Pública, o policial militar tem prestado depoimentos considerados fundamentais para desvendar o caso. Por causa da ajuda, ele recebeu o benefício da delação premiada e está em liberdade.

MP investiga
A 2ª Promotoria de Justiça junto à Auditoria de Justiça Militar instaurou na quinta-feira (25) um procedimento investigatório criminal militar para apurar denúncia de pagamento de propina ao Estado-Maior da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro (PMERJ), feita nos autos de processo que tramita na 1ª Vara Criminal de Bangu. No depoimento prestado por um dos 24 PMs presos na operação "Amigos S.A.", que fez acordo de delação premiada, foi revelado que oficiais presos disseram em conversa que todos os batalhões eram obrigados a pagar uma quantia de R$ 15 mil ao Estado-Maior, como antecipou o RJTV na segunda-feira (22).
Entre os investigados estão o comandante-geral da PM, coronel José Luis Castro Menezes, o chefe do Estado-Maior Operacional, coronel Paulo Henrique Azevedo de Moraes, e o chefe do Estado-Maior Administrativo, coronel Ricardo Coutinho Pacheco. Também vai ser analisado o envolvimento de outros policiais militares que tenham relação com o mesmo caso.
A Polícia Militar informou que os oficiais do comando da PM estão totalmente à disposição para prestar quaisquer esclarecimentos.
A decisão foi anunciada um dia despois de a Corregedoria Geral da União da Secretaria de Segurança ter negado o pedido dos promotores para a abertura de uma sindicância contra a cúpula da corporação.
O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) atuará em auxílio no procedimento investigatório. A 2ª Promotoria de Justiça junto à Auditoria de Justiça Militar decretou o sigilo dos autos e requisitará o inquérito policial militar instaurado na Corregedoria da PM.
Patrimônios
O Ministério Público identificou pelo menos três imóveis de luxo que pertencem ao coronel Alexandre Fontenelle, ex-comandante das tropas de elite da PM que foi preso semana passada, acusado de chefiar um esquema de propina na região do 14º BPM (Bangu). Como mostrou o Bom Dia Rio nesta quarta-feira (24), os promotores do caso pediram na terça-feira que a Corregedoria Geral Unificada (CGU) da Secretaria de Estado de Segurança, investigue também o patrimônio do atual comandante-geral da PM, coronel José Luís Castro Menezes, e de todo o Estado Maior da Polícia Militar, a cúpula da corporação.

O patrimônio encontrado pelos promotores está avaliado em pelo menos R$ 4 milhões. A lista de imóveis inclui uma casa de praia com piscina, uma cobertura com mais de 300 metros quadrados e um outro apartamento. Segundo o Ministério Público, Alexandre Fontenelle é o dono de tudo, mas o nome dele só aparece na casa da Praia Rasa, em Búzios, na Região dos Lagos.
De acordo com as investigações, um dos imóveis fica no Grajaú, Zona Norte, e no papel pertence a uma irmã dele. O imóvel de cobertura em fica em Jacarepaguá, na Zona Oeste, e tem 3 proprietários na escritura: a mãe de Fontenelle e dois oficiais presos, major Carlos Alexandre Lucas e o capitão Walter Conchone Netto. Ainda segundo investigações, o último  salário líquido de Fontenelle era de R$ 17 mil.
A alta cúpula da PM foi denunciada como beneficiária de um suposto esquema de cobrança de propina durante o depoimento de um policial que aceitou contar como eram feitos os pagamentos. O depoimento ocorreu nos dias 15 e 16 de setembro. O policial que fez a denúncia disse que começou a participar do esquema de cobrança de propina em 2010, quando trabalhava na unidade de trânsito no batalhão de Itaguaí, na Região Metropolitana do Rio.

A operação
Coordenada pela Subsecretaria de Inteligência da Secretaria de Segurança (Seseg), com apoio do Grupo de Atuação de Combate ao Crime Organizado do Ministério Público (Gaeco), a operação prendeu no dia 15 de setembro 25 pessoas, sendo 24 policiais militares denunciados por integrar um esquema de arrecadação de propina de comerciantes e transporte irregular na região de atuação do 14º BPM (Bangu).

Entre os presos estavam cinco oficiais, incluindo o chefe do Comando de Operações Especiais (COE), coronel Alexandre Fontenelle Ribeiro de Oliveira, e o subcomandante do COE, major Edson Alexandre Pinto de Góes. Ambos foram exonerados dos cargos.

Tem alguma notícia para compartilhar? Envie para o VC no G1.

Bandido invade casa e furta bicicletas no Parque Aurora, em Campos


Policiais saíram em patrulha junto com a vítima e encontraram o suspeito
 Ururau

Policiais saíram em patrulha junto com a vítima e encontraram o suspeito

Um homem invadiu uma residência e furtou duas bicicletas durante a noite desse domingo (28/09), por volta das 21h, no Parque Aurora, em Campos.
Segundo informações da Polícia Militar, uma equipe estava em patrulha pela Rua Ayer Campos quando foi abordada pela vítima do crime. O dono da residência disse aos policiais que haviam acabado de furtar duas bicicletas no quintal de sua casa.
Os PMs saíram em patrulha junto 
com
 a vítima e encontraram o suspeito, identificado como D.A.G.S., de 29 anos, pedalando uma das bicicletas e carregando a outra 
com
 uma mão.
O homem foi detido e encaminhado à 134ª Delegacia Legal de Campos, onde o caso foi registrado.
Publicidade


Fonte: URURAU

Maconha, cocaína e crack apreendidos em local de tráfico em Goitacazes


Suspeitos fugiram ao perceberem a presença da Polícia Militar no local
 Divulgação

Suspeitos fugiram ao perceberem a presença da Polícia Militar no local

Policiais militares do Destacamento de Policiamento Ostensivo (DPO) de Goitacazes apreenderam drogas na noite deste sábado (27/09), na comunidade Nova Goitacazes.
Segundo informações dos policiais, eles teriam recebido uma denúncia de que um homem estaria baleado na Estrada da Tocaia. Ao chegarem ao local, a vítima que estava consciente informou que foi atingida por uma pedrada na testa e que o suspeito seria de Nova Goitacazes.
Os PMs foram até a comunidade e chegando ao local vários suspeitos fugiram ao perceber a presença da polícia. Como o local é conhecido pelo tráfico de drogas, foi feita uma revista no local e foram apreendidos 72 pinos de cocaína, 44 buchas de maconha e duas pedras de crack.
O material foi levado para a 134ª Delegacia Legal do Centro para registro de ocorrência.
Publicidade


Fonte: URURAU

Hortas Comunitárias voltam a produzir em grande escala em Campos


Informação é do cuidador de uma das hortas mais produtivas do projeto
 Divulgação/Ascom

Informação é do cuidador de uma das hortas mais produtivas do projeto

O investimento que a Secretaria Municipal de Agricultura vem fazendo para recolocar as hortas comunitárias do município em plena atividade através do Programa Eco Hortas Comunitárias já está rendendo frutos positivos. A informação é do cuidador de uma das hortas mais produtivas do projeto, que fica entre as ruas Espírito Santo e São Bartolomeu, às margens da BR-101 na região central da cidade.
No local, a Secretaria de Agricultura investiu na preparação do terreno, que foi todo cercado para garantir o trabalho, além do fornecimento de mudas e sementes, que são plantadas 
com
 adubo foliar e esterco, evitando assim a utilização de agrotóxico, o que garante a qualidade dos produtos ali produzidos. Antes de revitalizar a horta, a Secretaria de Limpeza Pública, Praças e Jardins fez a completa limpeza da área.
- Trabalhei três anos neste local e, agora, o trabalho foi reiniciado. As mudas já foram plantadas e algumas espécies, como alface e couve, já começaram a ser colhidas. As demais culturas devem ficar no ponto de colheita no início do próximo mês -, avaliou Ernani dos Santos Filho, que tem 52 anos e é o responsável pelo cultivo.
Parte da colheita é enviada às escolas da rede municipal. A cenoura e a beterraba foram plantadas com esse objetivo, enquanto a alface, cebolinha, salsinha, rúcula, hortelã e coentro, são vendidos no próprio local e nas feiras livres pela cidade.
Além da horta no Parque Leopoldina, a Secretaria de Agricultura está remodelando outras 56 hortas em todo o município. Bairros como Caju, Jardim Carioca e Esplanada já receberam este benefício e já existem outros terrenos disponíveis para que o programa seja implantado. Em cada Eco Horta há um cuidador para realizar o trabalho de irrigação e limpeza, entre outras atividades. Estagiários da Universidade Estadual do Norte Fluminense (Uenf) trabalham em parceria com a secretaria para orientar o trabalho
Publicidade


Fonte: ASCOM

Rodoviários em greve e população de Campos com menos ônibus nas ruas


Por determinação judicial, 40% da forta deve ser mantida em circulação
 Carlos Grevi/Arquivo

Por determinação judicial, 40% da forta deve ser mantida em circulação

Trabalhadores e estudantes de Campos amanheceram 
com
 menos ônibus na manhã desta segunda-feira (29/09), em virtude da nova greve dos motoristas e cobradores de ônibus do município. Apenas os funcionários das empresas Brasil e CamposTur, que tiveram propostas satisfatórias das empresas, não aderiram ao movimento.
Por determinação judicial, 40% da frota total do município deve ser mantida em circulação, através de entendimento dos funcionários e empresários.
Os trabalhadores reivindicam plano de saúde, cesta básica, uniforme gratuito, reajuste salarial, além de garantia de que os funcionários não deverão mais arcar com saldo de possíveis assaltos sofridos durante o turno.
Na manhã desta segunda, houve um início de confusão na empresa São João, de acordo com o presidente do Sindicato dos Rodoviários, Roberto Virgílio, os trabalhadores ficaram revoltados por que empresa queria colocar mais ônibus que o determinado nas ruas, mas a situação foi rapidamente resolvida.
Publicidade


Fonte: URURAU

Homem mantém refém com explosivos amarrados, em Brasília


Vinte de cinco homens do Corpo de Bombeiros estão no Hotel Saint Peter
 Reprodução

Vinte de cinco homens do Corpo de Bombeiros estão no Hotel Saint Peter

Um homem armado mantém um funcionário de um 
hotel
, no centro de Brasília, como refém no décimo terceiro andar do prédio desde o início da manhã de segunda feira (29/09). O homem amarrou um colete, supostamente 
com
explosivos, no refém e ameaça detoná-los. Agentes do esquadrão anti bomba da Polícia Civil do Distrito Federal estão no local tentando negociar 
com
 o homem e informaram que já tem a identificação dele.
Segundo o diretor de Comunicação da Polícia Civil do DF, Paulo Henrique Almeida, o homem não é de Brasília, mas o nome não será revelado por enquanto para não atrapalhar as negociações. Ainda de acordo com o diretor, três negociadores tentam dialogar com ele.
Vinte de cinco homens do Corpo de Bombeiros estão no Hotel Saint Peter. Eles evacuaram o prédio que tinha cerca de 300 hóspedes. Uma das hóspedes relatou que os bombeiros foram a todos os apartamentos pedindo para as pessoas saírem devido a um vazamento de gás. As vias próximas ao hotel foram bloqueadas pelo Departamento de Trânsito do DF (Detran).
Além de manter o trabalhador parte do tempo sob a mira de um revólver, Santos algemou e amarrou no refém um colete que a Polícia Civil confirma conter material explosivo. De tempos em tempos, os dois surgem na sacada do quarto e Santos gesticula muito, com a arma na mão.
“Nem imagino o que pode ter acontecido. Esse menino é nascido e criado aqui na cidade e é muito gente boa”, contou Araújo. Ex-vereador de Combinado, ex-presidente da Câmara Municipal entre 2004 e 2008, Araújo conhece Souza desde antes de este assumir a Secretaria Municipal de Agricultura na gestão anterior (2009-2012). Embora o agricultor continue envolvido com a política local, Araújo afirma que ele nunca disse nada que levasse alguém a desconfiar do que ele tramava.
“Esse menino trabalha comigo e com outras 20 pessoas aqui no comitê. É nascido e criado aqui em Combinado e é muito gente boa. Sábado (27/09) à noite, ele esteve em minha casa e disse que tinha que ir a Brasília para resolver uma questão com a ex-mulher, com quem tem uma filha, mas disse que voltaria na segunda. Hoje, depois de ligar para ele duas ou três vezes, liguei a TV e vi essa desgraça”, acrescentou Araújo.
“Só agora 
eu
 soube que, antes de passar pela minha casa, ele já tinha dito a minha irmã que ia para Brasília, que ia ficar famoso e que iríamos ouvir falar muito dele. E que ele deixou as cartas. Uma para a mãe, outra para mim, detalhando as contas do comitê que têm que ser pagas”, detalhou Araújo.
O delegado da Polícia Civil Paulo Henrique Almeida confirmou a existência das cartas. A julgar pelo conteúdo da mensagem que o agricultor enviou à própria mãe, Almeida teme a possibilidade de Santos tentar o suicídio. “É uma carta de despedida, meio desesperada, e na qual ele pede desculpas para todos os familiares por algum ato que venha a cometer”. Ainda de acordo com o delegado, Santos promete explodir a bomba presa ao funcionário do hotel, caso suas exigências não sejam atendidas até as 18h.
Entre elas, a extradição do ativista italiano Cesare Battisti e a efetiva aplicação da Lei da Ficha Limpa.
Por causa das ameaças de Santos, o hotel foi evacuado e a área ao redor, isolada.
Atiradores de elite foram posicionados nos prédios vizinhos. Policiais federais e agentes da Agência Brasileira de Inteligência (Abin) acompanham a situação. "O que pretendemos é que ele se entregue, mas ele não demonstra nenhum sinal de que vá fazer isso. Se a autoridade policial entender que há risco iminente para o refém, há, sim, a possibilidade de uma intervenção", disse o delegado, explicando que nenhum dos parentes de Santos está no local.
Publicidade


Fonte: JOSÉ CRUZ/ABR

Criança que morreu em acidente no ES estava sem cinto, diz polícia


Batida entre carro e caminhão foi neste sábado (28), na BR-381, no Norte.
Médica também morreu em decorrência do acidente.

Do G1 ES, 
com
 informações da TV Gazeta
Acidente foi na rodovia que liga São Mateus e Nova Venécia (Foto: Reprodução/ TV Gazeta)Acidente foi na rodovia que liga São Mateus e Nova
Venécia (Foto: Reprodução/ TV Gazeta)
A criança que morreu em um acidente na BR-381, no Norte do Espírito Santo, neste sábado (28), não estava sentada na cadeirinha e estava sem cinto de segurança, de acordo com a Polícia Militar. O menino de um ano e dez meses estava sentado no colo de um parente e foi arremessado para fora do caminhão quando o veículo bateu contra o carro onde estava a médica Muriel de Oliveira Pinto, de 30 anos, que também morreu na hora. As outras pessoas que estavam no caminhão, tia, avó e avô do bebê, tiveram ferimentos leves e foram levados para um hospital em Nova Venécia.
Segundo informações do Corpo de Bombeiros, o carro onde a médica estava seguia em direção a São Mateus. Ela perdeu o controle da direção em uma curva, invadiu a contramão e bateu de frente com o caminhão, que seguia no sentido contrário.
"O veículo Siena, conduzido pela doutora Muriel, estava capotado em cima de uma criança. Essa criança foi arremessada, pois estava no caminhão, mas não estava sentada na cadeirinha, e sim no colo dos responsáveis", disse o tenente André Lebarch, da Polícia Militar.
O tenente ainda fez um apelo para que as pessoas não deixem de usar o cinto de segurança. "A gente pede, encarecidamente, que as pessoas usem a cadeirinha. Não pode achar que nunca vai dar em nada. Então, coloque o cinto e tenha cuidado redobrado com as crianças, principalmente com crianças novas. O acidente fatal que ocorreu neste sábado poderia ter sido evitado", explicou.
A tia da criança, Luciete de Oliveira Cerqueira, contou que o avô do menino dirigia o caminhão. "Segundo o avô no bebê, o carro veio descontrolado e ele fez de tudo para tirar, mas não conseguiu", falou.
De acordo com a família da médica Muriel, ela morava em Guriri, distrito de São Mateus, mas trabalhava em um hospital em Nova Venécia há dez meses. Antes do acidente, ela havia acabado de sair de um plantão na unidade e seguia para uma nova 
escala
 de trabalho no Hospital Roberto Silvares, em São Mateus.