WEB RÁDIO TROPICAL

WEB RÁDIO TROPICAL
24 HORAS NO AR ( A EMOÇÃO DO VERÃO)

OUÇA EM SEU SMART-FONE

SISTEMA ANDROID: CLICK SISTEMA I-PHONE> CLICK! SISTEMA ITUNES: CLICK SISTEMA BLACKBERRY> CLICK

WEB RADIO TROPICAL

24 HORAS NO AR - SEU VERÃO É MAIS GOSTOSO AQUI!
Carregando ...
COBERTURA TOTAL DO VERÃO 2017 DE SÃO FRANCISCO & REGIÃO! -

quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

Faetec disponibiliza 212 vagas remanescentes em Campo



Inscrições terão inicio no dia 28 e poderão ser realizadas até o dia 04
 Divulgação

Inscrições terão inicio no dia 28 e poderão ser realizadas até o dia 04

O Polo Faetec Norte/Noroeste Fluminense informa que serão disponibilizadas 212 vagas remanescentes para ingresso no ensino fundamental e nos cursos técnicos de nível médio, nas formas de organização concomitância interna e subsequente, na Escola Técnica Estadual Agrícola Antonio Sarlo (ETEAAS).
As vagas serão preenchidas por meio de sorteio mediante a inscrição dos interessados na própria unidade de ensino, que fica na Av. Wilson Batista, s/nº, em Campos dos Goytacazes. As inscrições terão inicio no dia 28/02 e poderão ser realizadas até o dia 04/03, de 08h às 16h.
Para o Ensino Fundamental, serão disponibilizadas 55 vagas para o 6º Ano, 19 vagas para o 7º Ano, 17 vagas para o 8º Ano e 23 vagas para o 9º Ano.  Para o Ensino técnico de nível médio em concomitância interna estão sendo oferecidas 38 vagas para o curso técnico de Agropecuária.
Para o Ensino técnico de nível médio subsequente ao ensino médio (somente a quem já tenha concluído o ensino médio) estão sendo disponibilizadas 60 vagas para o curso técnico de Floresta.
O sorteio e o resultado final serão no dia 05/03, na própria unidade de ensino. Já a matrícula poderá ser realizada do dia 05 ao dia 08/03, também na unidade de ensino, das 7h30 às 17h30. Para maiores informações, ligar para (22) 2738-6883.

REDAÇÃO / ASCOM

Pudim cobra da Alerj investigação por presença de 'espiões' em sess



Deputado diz que sentiu-se ameaçado na porta da Assembleia
 Ascom

Deputado diz que sentiu-se ameaçado na porta da Assembleia

O deputado Geraldo Pudim usou a tribuna da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) na tarde desta quarta-feira (27/02) para denunciar a ação de espionagem promovida por agentes do Serviço Reservado da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros (P2 e B2). Na tarde de terça-feira (26/02) o parlamentar, ao constatar que estava sendo filmado e fotografado pelos agentes no uso de suas atribuições parlamentares deu voz de prisão a 32 agentes e ao coronel que estava no comando da ação identificado como Jorge Benedito.
"Não há segurança! Como um cidadão que tem uma denúncia a fazer neste Parlamento terá coragem de vir ao meu gabinete? Ele está com medo! Está com medo de vir ao meu gabinete, porque, ontem, a Alerj foi sitiada por ‘arapongas’ da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar, de seus serviços reservados! Senti-me atingido, acuado, agredido. Fui cercado, Sr. Presidente, na porta por esses ‘arapongas’. Se não fosse a intervenção providencial da Chefe da Segurança do Parlamento, que determinou que três companheiros da Segurança ficassem ao meu lado, não sei o que poderia ter acontecido do lado de fora, porque fui cercado por esses ‘arapongas’ truculentos", destacou Pudim sobre os agentes do Serviço Reservado que atuavam ilegalmente na Alerj.
Logo após o ocorrido na Assembleia Pudim prestou queixa na 5ª Delegacia Legal contra a ação dos agentes. O delegado adjunto responsável pelo caso remeteu ao deputado um termo circunstanciado no qual consta as ações empreendidas pelo delegado. 
Segundo o documento, arroladas as testemunhas do evento, organizar junto ao comando do Bombeiro Militar os dias e horários das oitivas dos militares que estão apresentados; requisitar à Alerj eventuais imagens de câmeras de segurança existente no local; oficiar a CET/Rio nesse mesmo sentido.
“A polícia quer receber todo material, quer saber quem eram esses ‘arapongas’, que estavam aqui dentro, nos corredores da Alerj. Eu quero saber quem são!”- comentou Pudim e continuou a leitura do documento: “Identificar e intimar a oitiva os eventuais servidores que tenham deixado de participar da reunião, em virtude de supostas condutas praticadas por militares do serviço reservado. Ora, Sr. Presidente, sabe o que quer dizer isso? Teve militar que queria participar da reunião e não entrou com medo, tendo em vista a forma acintosa com que eles estavam sitiando a Assembleia Legislativa para filmar os militares que estavam entrando aqui. Com qual finalidade isso?”, finalizou o parlamentar.

ASCOM

Rosinha discute intervenções na BR-101em encontro com diretor da ANTT



Visita técnica será realizada nos dias 13, 14 e 15 de março
 Mauro de Souza / Divulgação

Visita técnica será realizada nos dias 13, 14 e 15 de março

A prefeita Rosinha Garotinho foi recebida nesta quarta-feira (27/02) pelo Diretor Geral da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), Jorge Luiz Macedo Bastos, para abordar a necessidade de intervenções para a modernização e melhoria da rodovia federal BR-101, em função do processo de crescimento registrado por Campos, nos últimos anos, e pelo impacto gerado pelos projetos do Complexo Farol-Barra do Furado e do Porto do Açu.
A prefeita Rosinha enfatizou o franco processo de crescimento de Campos que tem que ser acompanhado pela melhoria na BR-101. ''Precisamos buscar novas intervenções na BR-101 porque o nosso município cresce muito, tem 500 mil habitantes segundo o IBGE, mas com certeza contamos com mais de 600 mil e, também, toda a região vai crescer e impactar, com o movimento em torno do Porto do Açu'', declarou Rosinha, defendendo alternativas de contorno que observem o foco do desenvolvimento e que não traga prejuízos ao município.
A preocupação da prefeita Rosinha é a de que as obras do contorno estão previstas apenas para serem iniciadas em 2017. Rosinha lembrou ao diretor Jorge Luiz que, para minimizar problemas e devido à ausência de ações, pediu autorização à concessionária Auto Pista e à ANTT para realizar intervenções na BR-101, como rotatórias, alças viárias e semáforos no trecho que a rodovia corta na área urbana em pontos como Guarus, ''para oferecer maior segurança às pessoas''.
O diretor Jorge Luiz informou que foram tomadas medidas preliminares para balizar algumas destas intervenções, conforme solicitado pela prefeitura, como o estudo para a construção de contorno na BR-101. "Temos agora que discutir junto com a equipe da prefeita as opções que são viáveis em cima das alternativas já definidas, até com novas visitas a Campos para definir o traçado ideal", assinalou o diretor Jorge Luiz.
Foi marcada visita técnica da ANTT como fruto do encontro realizado nesta quarta, para verificar em Campos os pontos levantados pela prefeita Rosinha Garotinho, que será realizada nos dias 13, 14 e 15 de março. Depois dessa visita de Campos, será marcada uma nova agenda no município, em que participará o diretor geral da ANTT, Jorge Luiz.
O secretário estadual de Transportes, Júlio Lopes, acompanhou o encontro e enfatizou a preocupação da prefeita Rosinha com a definição de uma formação de um cronograma comum, com a União, Estado e o Município. O superintendente da Autopista, Alberto Gallo, apresentou estudos de traçados e disse que há um plano a ser submetido à ANTT para definição de melhorias na área urbana da BR-101.

REDAÇÃO / ASCOM

INSCRIÇÕES PARA QUEIMADA TERMINA HOJE


Inscrições para audiência sobre queimadas termina nesta quinta

Cada expositor terá 15 minutos para apresentar as informações
 Divulgação

Cada expositor terá 15 minutos para apresentar as informações

O prazo para o recebimento de pedidos de inscrição para os interessados em participar, como expositores, da audiência pública sobre queimadas em canaviais, no Supremo Tribunal Federal, termina nesta quinta-feira (28/02). Órgãos e entes estatais, pessoas jurídicas com ou sem fins lucrativos de representatividade ou especialização técnica e pessoas físicas de notório conhecimento nas áreas científicas envolvidas podem manifestar seu desejo de participar e de indicar expositores encaminhando requerimentos exclusivamente para o e-mail queimadaemcanaviais@stf.jus.br.
A audiência, convocada pelo ministro Luiz Fux, será realizada no primeiro semestre de 2013 e cada expositor terá 15 minutos para apresentar as informações. O ministro ressalta que as discussões não serão jurídicas, e sim sobre aspectos técnicos de áreas do conhecimento diversas do Direito. “São absolutamente vedadas manifestações sobre normas constitucionais ou infraconstitucionais”, afirma o ministro. “O escopo da audiência é esclarecer, pela participação de especialistas, as inúmeras questões ambientais, políticas, econômicas e sociais relativas à proibição da técnica de colheita de cana-de-açúcar por meio de queimadas”.
As exposições servirão de subsídio para o STF no julgamento do Recurso Extraordinário (RE) 586224, do qual o ministro Fux é o relator. No processo, discute-se a possibilidade de vedação, por meio de lei municipal, do uso do fogo como método de eliminação da palha no cultivo de cana-de-açúcar. O Estado de São Paulo questiona lei do Município de Paulínia nesse sentido, sustentando que a proibição prejudica a economia do estado e atrapalha o controle ambiental da atividade canavieira.

STF

DESAPARECIMENTO DEVE SE FEITO NA HORA PELA POLICIA


Desaparecimento deve ser anunciado imediatamente à Polícia Civil

Decisão visa agilizar o processo de investigação sem o aguardo de 24h ou 48h
 Ururau / Carlos Grevi

Decisão visa agilizar o processo de investigação sem o aguardo de 24h ou 48h

A chefe da Polícia Civil do Estado do Rio, Martha Rocha publicou nesta terça-feira (26/02) no Boletim Interno da instituição uma portaria determinando que o registro de desaparecimento seja feito no ato da comunicação à Polícia e não mais esperar 24h ou 48h, como as pessoas eram orientadas anteriormente.
No ano passado, a Polícia registrou 446 casos a mais que no ano de 2011. De acordo com o delegado titular da 134ª Delegacia de Polícia, no Centro de Campos, Geraldo Assed, a determinação irá melhorar bastante o trabalho da Polícia.
“Esta decisão vai ajudar a agilizar o processo de investigação dos casos de desparecimento. Se a vítima for encontrada ela se apresentará à delegacia e o caso será suspenso. Em Campos a maioria dos casos de desaparecimento no ano passado foram resolvidos em pouco tempo”, disse o delegado sem revelar números.
Ainda de acordo com a decisão da chefe da Polícia Civil, o policial que informar que o ocorrência só poderá ser feita em 48h, responderá a sindicância. Logo após o informe de desaparecimento, uma pesquisa é realizada sobre a pessoa desaparecida, como, por exemplo, se a pessoa tem tatuagens ou piercing, que entrarão no registro de ocorrência junto com a foto.

URURAU

FOI ENCONTRADO O CORPO DO MENINO DESAPARECIDO


Corpo de Yuri encontrado em manilha da piscina do Parque Aquático

Criança de seis anos estava desaparecida desde o último domingo
 Mauro de Souza

Criança de seis anos estava desaparecida desde o último domingo

Foi encontrado na tarde desta quarta-feira (27/02) o corpo de Yuri Castro Santos, de apenas seis anos. O menino estava desaparecido desde o último domingo (24/02), quando foi para Cambuci na companhia dos avós, em uma excursão que saiu de Cabo Frio. De acordo com informações do Corpo de Bombeiros, o corpo foi encontrado por voltas das 15h na manilha de esgotamento das piscinas média e pequena, perto da cachoeira no Parque Aquático.
Antes de desparecer Yuri nadava na piscina média que tem 1,20m profundidade. A manilha em que o corpo foi encontrado tem mais ou menos 30 centímetros de diâmetro.
Segundo o diretor do Parque Aquático, Eli Rocha, apesar das equipes do Corpo de Bombeiros, polícia Civil e Guarda Municipal estar no local o corpo foi encontrado por acaso.
“O escoamento da manilha é grande, as piscinas foram esvaziadas no domingo, mas às vezes a manilha ficava entupida com galhos de árvores. Para limpar os funcionários usam um vergalhão, quando foram fazer o procedimento hoje veio um pedaço de pele no vergalhão e ele sentiu mau cheiro, as equipes foram chamadas no local e encontraram o corpo do menino”, disse.
A Polícia Civil interditou o Parque Aquático por tempo indeterminado. Rocha disse ainda que o local já seria fechado para obras em abril.
A equipe do Site Ururau conversou com uma tia de Yuri que estava no local, a dona de casa Andreia Silva de Castro. “A avó dele ficou internada na segunda e terça, quando soubemos do corpo levamos ela de volta para o hospital para dar a notícia, ela voltou a passar mal e foi medicada”, comentou.
Apesar da dor da perda a família se sente aliviada. “Doer, dói, o único conforto que a gente tem é que isso acaba com a nossa dúvida, para tentar descobrir o que tinha acontecido com ele”, ressaltou.
O corpo foi levado para o Instituto Médico Legal de Santo Antônio de Pádua, a necropsia será realizada na manhã desta quinta-feira (28/02). Depois de liberado a família vai levar o corpo do menino para a cidade natal Cabo Frio, na Região dos Lagos.
ENTENDA O CASODe acordo com informações do responsável pela excursão, Paulo Sérgio Santos, o avô estaria distante da criança, que tomava banho de piscina. Ele teria se distraído por um curto período de tempo e quando olhou não avistou mais o menino. Yuri não foi encontrado na piscina, que chegou a ser esvaziada. A partir daí, começaram as buscas.
Paulo Sérgio informou ainda que, o desaparecimento foi registrado na 142ª Delegacia Legal de Cambuci e Corpo de Bombeiros foi acionado. Nesta segunda-feira (25/02), os bombeiros retomaram as buscas no parque e também em torno dele, inclusive com o auxílio de um helicóptero do Corpo de Bombeiros e cães farejadores.
As buscas, que tiveram início logo após o desaparecimento do menino por volta das 12h de domingo (24/02), foram reforçadas nesta quarta-feira com a chegada das equipes do Rio de Janeiro e prontamente iniciaram o trabalho tanto por terra, quanto pelo ar, tendo o corpo do meniso sido encontrado no início da tarde.
 

Galeria de Fotos 

 Mauro de Souza

URURAU

SERVIDORES DO MUNICÍPIO DA SÃO FRANCISCO DE ITABAPOANA COMEÇA A RECEBER O PAGAMENTO HOJE QUINTA-FEIRA


Servidores Municipais recebem nesta quinta em São Francisco


Na tarde desta quarta-feira (27) a Prefeitura de São Francisco de Itabapoana deu uma boa notícia para os funcionários públicos municipais. É que o funcionalismo recebe nesta quinta-feira (28/02) o pagamento referente ao mês de fevereiro. A medida ratifica um dos principais compromissos assumidos pela nova administração municipal junto ao servidor, que é a liberação dos vencimentos dentro do mês vigente.Fonte Paulo Noel

quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

SFI RETOMA OBRA DE RODOVIÁRIA,GINÁSIO POLIESPORTIVO E ESCOLA


 


 Divulgação

O prazo de conclusão é de, respectivamente, dois, quatro e seis meses

O prazo de conclusão é de, respectivamente, dois, quatro e seis mesesConvênios de obras inacabadas e de algumas que sequer chegaram a ser iniciadas foram retomados pela nova administração municipal de São Francisco de Itabapoana. Oriundos dos governos federal e estadual e com contrapartida municipal, os investimentos incluem pavimentação de ruas, conclusão de uma escola, de um ginásio poliesportivo e da rodoviária municipal e reforma da Unidade de Saúde, em um valor total ultrapassando quatro milhões de reais.
A demora no reinício das obras se deu, de acordo com a Procuradoria Geral do Município, em função do enfrentamento de entraves burocráticos deixados pela administração passada. “Fato que tanto será apurado em procedimento apropriado pela municipalidade quanto pelo TCE/RJ”, destacou o procurador geral Mariano Amorim.
Acompanhado de integrantes de seu estafe administrativo e de vereadores, o prefeito Pedrinho Cherene percorreu, na última sexta-feira (22/02), as comunidades contempladas. Com exceção da Unidade de Saúde de Praça João Pessoa, cuja reforma no valor de 98 mil reais será iniciada nesta semana. As demais começam dentro de 15 dias e terão prazos diferentes para a conclusão, variando de 30 dias a seis meses.
Representando os maiores investimentos, a rodoviária, a escola municipal da sede do município, ambas em parceria com o Governo do Estado, e o ginásio poliesportivo, com o Governo Federal, têm investimentos totalizando aproximadamente 3,9 milhões de reais. O prazo de conclusão é de, respectivamente, dois, quatro e seis meses.
Nas comunidades de Imburi de Cacimbas, Guaxindiba e na sede do município serão pavimentadas cinco ruas. Todas foram viabilizadas por meio de convênios com o Governo Federal já em vigor, porém sem que nenhuma dessas obras tenha sido iniciada. Somando as travessas I e II, em Imburi, as ruas Bahia e Paraná, em Guaxindiba, e a rua no entorno da creche Jamyle Acruche, no centro, os investimentos chegam a um montante de 420 mil reais e as obras deverão ser entregues em 45 dias.
“Priorizamos nesse início de gestão a retomada desses convênios, pois são obras importantes para o município e que atendem várias comunidades. Algumas delas vêm se arrastando há anos e outras que sequer haviam sido iniciadas”,  destacou o prefeito Pedrinho Cherene que vistoriou ainda o Centro Cultural da sede do município, o qual se encontra com obras inacabadas, aguardando a retomada do convênio para que sejam concluídas.

REDAÇÃO / ASCOM

CRIANÇA CONTINUA DESAPARECIDA


Criança que desapareceu em cachoeira ainda não foi encontrada

Corpo de Bombeiros Militar reiniciou as buscas na manhã desta terça
 Thiago Freitas

Corpo de Bombeiros Militar reiniciou as buscas na manhã desta terça

Continua desaparecido o menino Yuri Castro Santos, de apenas seis anos. Ele sumiu por volta das 12h, do último domingo (24/02) no Parque Aquático, em Cambuci.
As buscas no Parque Aquático e entorno do local tiveram início logo após o desaparecimento. Três equipes do Corpo de Bombeiros de São Fidélis, Itaocara e Cambuci trabalham nas buscas. Na manhã desta terça-feira (26/02), por volta das 8h, os bombeiros retomaram as buscas, mas até o momento nenhuma pista do paradeiro da criança. A Polícia Civil investiga as causas do desaparecimento. 
Segundo o avô do menino, Jorge Marcos Cardoso, 50 anos, devido ao acontecimento, a avó da criança, Fátima Regina da Silva, 59 anos, sofreu um acidente vascular cerebral (AVC) recentemente e sua pressão arterial aumentou. Ela precisou ser internada no Hospital de Cambuci. O Conselho Tutelar está auxiliando a família que veio para a cidade passar o fim de semana, em uma excursão do bairro Palmeiras, em Cabo Frio. 
Ainda de acordo com Jorge Moraes, Yuri estava brincando com outras crianças na segunda piscina pequena, afirmou que estava vigiando o menino e tudo aconteceu muito rápido.
“Ate agora nada, nenhuma pista ou informação sobre o desaparecimento. Estava de olho nele o tempo todo. Olhei ele em um instante e quando fui olhar novamente, havia sumido, coisa de segundos. Ninguém viu”, disse ele explicando que estão acostumados a frequentar o local, mas foi a primeira vez que Yuri foi ao Parque Aquático.
O avô acredita que alguém possa ter levado o menino, já que segundo ele, Yuri por ser dar bem com todo mundo, iria com uma pessoa estranha. “Pelas buscas, acredito que alguém tirou ele dali, porque ele é bem solto”.
Para o responsável pela excursão, Paulo Sério, que também está acompanhando as buscas, eles permanecerão na cidade até terem uma posição. Ele disse ainda que 100 pessoas participaram da excursão e havia aproximadamente 1000 pessoas pelo Parque.
Jorge Marcos acredita que o neto está vivo, já que até agora ele não foi encontrado e fez um apelo.
“Peço a todos por favor que comuniquem a gente ou a Polícia, ou até mesmo se alguma pessoa levou o Yuri que deixe ele aqui perto, não precisa se identificar”, pediu ele que revelou que a vida sem o neto vai ficar difícil, mas não existe um sentimento de culpa. “Culpa não, porque estava o tempo todo de olho nele”.
Os avós e Paulo Sérgio permanecem na cidade em buscas de notícias. “Vamos ficar aqui até as buscas serem encerradas e só vamos embora quando tivermos alguma posição da Delegacia sobre a investigação do caso”.
 As pessoas que tiverem algum tipo de informação podem entrar em contato pelo telefone: (22) 9785-5991.

URURAU

ENTIDADES SE REÚNEM PARA DISCUTIR SOBRE SALINIZAÇÃO EM SJB



Encontro aconteceu na Uenf e trouxe estudiosos e ambientalistas
 Carlos Grevi/Mauro de Souza/Vagner Basilio

Encontro aconteceu na Uenf e trouxe estudiosos e ambientalistas

A Universidade Estadual do Norte Fluminense (Uenf) Darcy Ribeiro, mais uma vez foi palco de discussão sobre uma das questões que vem deixando a população do município de São João da Barra, principalmente moradores e produtores rurais do 5º distrito, além de ambientalistas e estudiosos da área bastante preocupados: a salinização na região provocada pelas obras do Complexo Industrial Porto do Açu.
Nesta terça-feira (26/02) professores da Uenf; Universidade de São Paulo (USP); Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ); representantes da OSX, do Grupo EBX, além do Instituto Estadual do Ambiente (Inea) estiveram reunidos, a fim de, estabelecer um processo de estudos para aprimorar a base de conhecimento hidrogeológico da região onde as empresas constroem seus empreendimentos.
O encontro marcou o início dos trabalhos em grupo que terá como resultado o aprofundamento do conhecimento científico da região, trazendo uma ótica multidisciplinar para os estudos.
De acordo com o professor de Biologia do Laboratório de Ciências Ambientais da Uenf, Carlos Eduardo Rezende, a reunião nasceu de um encontro do Comitê de Bacias do Baixo Paraíba do Sul, e teve como objetivo estabelecer algumas diretrizes para abordar a questão relativa a salinização da região. Segundo adiantou o docente, agora os representantes estarão dando início ao mapeamento, que visa subsidiar uma série de ações futuras, ações estas, que serão primordiais para que os responsáveis fiquem informados sobre o que deve ser feito.
“Nós temos uma sugestão de pauta onde primeiro temos de apresentar os principais compartimentos que deverão ser acompanhados, e segundo reuniões sistemáticas para que possamos acompanhar a evolução dos resultados que serão obtidos por cada grupo que estará evolvido nesse projeto”, citou o docente enfatizando:
“O interesse da empresa em atacar o problema de frente é a melhor demonstração que situações como essa não ocorrerão no futuro. O grupo já se manifestou por várias vezes, inclusive publicamente participando de reuniões do Comitê de Bacia. Isso ai é uma demonstração inequívoca de que ele tem total interesse em fazer as coisas como devem de ser feitas”.
A empresa OSX teria recebido uma multa no valor de R$ 1,3 milhão por danos ambientais causados pelo processo de dragagem para a construção do Complexo Industrial Porto Açu, em São João da Barra, que provocou o aumento da salinidade das águas do Canal Quitingute.
Para o gerente de Saúde, Meio Ambiente e Segurança da OSX, Heraldo Albuquerque, “na verdade isso [salinidade] não é um problema, mas sim um evento que ocorreu e que foi previsto, no código do Estudo de Impacto Ambiental (EIA) e respectivo Relatório de Impacto Ambiental (RIMA) da empresa, não com esses impactos especificamente nessa localidade. Mas, imediatamente o grupo adotou e vem adotando várias ações que estão sendo tomadas no momento para tentar minimizar esses efeitos”.
O EIA Rima é o instrumento que dá a sociedade uma garantia mínima de que o empreendimento, além de trazer o esperado crescimento econômico, também não acabe trazendo impactos ambientais e a saúde da população. O relatório também é uma exigência judiciária, onde todo empreendimento tem de apresentar um estudo de impacto ambiental.
O gerente informou que especialistas nacionais e internacionais tem sido trazidos pela empresa, a fim de, se evitar qualquer tipo de dúvida. “Transparência completa como o grupo sempre teve, pois não existe compromisso com o erro”, afirmou.
Indagado sobre o inquérito instaurado pelo Ministério Público Federal (MPF) para verificar eventual salinização do canal do Quitingute, e uma suposta paralisação nas intervenções no local, Heraldo disse que não há interrupção. “O Ministério Público não se pronunciou com relação a interrupção do Porto, inclusive proativamente a própria empresa já interrompeu as atividades nos locais onde houve esse fato, inclusive comunicamos previamente ao próprio órgão ambiental responsável, o Inea. A obra continua regularmente sem problemas”, reforçou.
LINKS RELACIONADOS

KELLY MARIA

ACIDENTE COM MOTO RESPONDEM QUASE 70% DAS INDENIZAÇÕES DO DPVAT



Associação estima que, nos próximos seis meses, 69% dos motociclistas podem sofrer algum acidente
 Carlos Grevi / Vagner Basílio

Associação estima que, nos próximos seis meses, 69% dos motociclistas podem sofrer algum acidente

O balanço anual, divulgado nesta terça-feira (26/02), do Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre (Dpvat) aponta que 69% das indenizações pagas, de 2011 a 2012, pelo seguro decorreram de acidentes com moto. Os números chamam a atenção para um cenário de alerta. "Estamos diante de uma doença epidêmica e generalizada [número de acidentes com motos] e não vemos ações drásticas do Estado para contê-la", disse um dos diretores da Associação Brasileira de Medicina no Trânsito (Abramet), o médico Dirceu Rodrigues Alves.
A associação estima que, nos próximos seis meses, 69% dos motociclistas podem sofrer algum acidente, com lesões leves, médias ou graves. O cálculo foi feito com base em uma amostragem com 800 motoqueiros, em 1993. De acordo com Alves , a projeção condiz com a situação atual e pode, inclusive, ser otimista diante do grande número de motocicletas no país, que já passa de 19 milhões. As motos representam 27% da frota nacional de veículos.
Muitas vezes sem equipamentos de segurança, os motociclistas ficam mais vulneráveis aos acidentes de trânsito em relação aos motoristas de carro. De acordo com Dirceu, 73% dos atendidos nos hospitais chegam em estado grave, ocupando 40% das vagas das unidades de Terapia Intensiva (UTIs) públicas. A maior parte dos motociclistas (40,6%) sofre lesões graves nas pernas ou sequelas, como amputações e paraplegia. A faixa etária mais afetada é 18 a 34 anos.
Os acidentes com motos pesam nas contas do Sistema Único de Saúde (SUS). Dos gastos na rede pública com acidentados, 48% são com motociclistas, situação que se acentua no Nordeste. No Piauí, a fatia chega a 84,26% e, em Pernambuco, o número de acidentes, em três anos, subiu 1.286%.
Para o diretor da Abramet, podem contribuir para reduzir os números o uso de faixas exclusivas nas cidades, exames periódicos para motociclistas, penas mais duras, jornadas reduzidas para quem trabalha com motos e investimento em educação no trânsito desde a educação infantil.
"A moto será uma necessidade futura para o nosso trânsito. Não somos contra a moto. Somos a favor que a moto seja regulamentada para servir à população como um todo. A moto nas ruas não pode ter a conotação de uma atividade radical. A moto é ágil, mas é frágil", argumenta Dirceu.

EBC